'Tensão se transformou em alegria', diz carnavalesco da Unidos de Padre Miguel

Escola ultrapassou o tempo limite para desfile em três minutos e, por causa da chuva, teve problemas com o carro abre alas na concentração

Por Meia Hora

Joãio Vitor Araujo / Carnavalesco / Unidos de Padre Miguel
Joãio Vitor Araujo / Carnavalesco / Unidos de Padre Miguel -

A escola de samba Unidos de Padre Miguel encerrou o desfile na Marquês de Sapucaí aos 58 minutos, com três a mais do que o permitido. Com problemas em carros alegóricos que sofreram com a chuva, a agremiação enfrentou diversos problemas durante a apresentação. Para o carnavalesco, João Vitor Araújo, o desfile foi de muita garra, mas também de alegria.

"Enfrentamos muitos contratempos no período pré-carnaval e na concentração perdemos o carro abre alas e o nosso carro dois por causa da chuva. O importante é que a tensão se transformou em alegria e escola brincou com isso na apresentação", afirma.