Carnaval

Imperatriz faz desfile com problemas de evolução e de acabamento

Escola de Ramos passou por muitas dificuldades na Sapucaí

Por O Dia

Rio - Penúltima escola a desfilar na Marquês de Sapucaí, a Imperatriz Leopoldinense enfrentou muitos problemas durante o seu percurso no sambódromo. Alegorias da agremiação apresentaram dificuldades na montagem e no acabamento, prejudicando o rendimento da escola da zona norte, que não irá disputar os primeiros lugares no Carnaval.

O começo do desfile da Imperatriz foi extremamente caótico. Alguns buracos foram formado durante vários setores da Sapucaí por conta da montagem dos carros que foi muito problemática. Além disso, as alegorias também tiveram falhas bem graves de acabamento.

Grande buraco se forma durante desfile da Imperatriz - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

O enredo irreverente "Me dá um dinheiro aí" acabou não sendo tão brincado pela escola na Sapucaí. O nível de tensão da agremiação, por conta dos problemas, acabou fazendo com que a abordagem não fosse alegre e não conquistasse o público.

Imperatriz fez desfile com muitos problemas - Daniel Castelo Branco/Agência O Dia

Os pontos altos da Imperatriz foram a boa atuação da bateria comandada pelo mestre Lolo e o bom rendimento do casal de mestre sala e porta bandeira que cumpriu o seu papel.