'Sei ser sensual quando quero', diz Giovanna Ewbank

Atriz volta à TV em 'Joia Rara'

Por tabata.uchoa

Giovanna Ewbank voltará à TV em 'Joia Rara'Divulgação

Rio - Linda, loura e burra. É com esse estereótipo que Giovanna Ewbank volta à cena em ‘Joia Rara’, nova trama das 18h da Globo, de Duca Rachid e Thelma Guedes, que estreia dia 16 de setembro.

“A Cristina é a típica loura burra. Eu a comparo a uma criança, sabe? Que fala o que vem à mente. Ela não tem crítica, é sem censura. Também é fantasiosa, vive no lúdico, é romântica, generosa e muito vaidosa. É aquela personagem que dá vontade de levar para casa”, adianta a atriz à ‘Já É! Domingo’.

Para compor a personagem, Giovanna se inspirou no maior símbolo sexual da década de 50, Marilyn Monroe. Apesar da ingenuidade, Cristina, assim como Marilyn, sabe exercer seu poder de sedução.

“Ela tem seu lado sensual, afinal, trabalha dançando em um cabaré, mas é um pouco atrapalhada”, explica a atriz, que também sabe o momento certo de seduzir. “Toda mulher tem seu lado sexy. Sei ser sensual quando quero, mas não é uma coisa que esteja no meu dia a dia”, pondera.

Para conseguir o papel na novela, que tem o marido, Bruno Gagliasso, como protagonista, ela não foi indicada nem teve regalias. Fez testes. “Como fiz para todos os trabalhos já realizados. E foi ótimo, divertido, além de ter sido dirigido pela Amora Mautner, o que já é uma experiência incrível. Ela é genial”, elogia.

Trabalhar com Bruno, por enquanto, só tem prós. Os contras, ela ainda não descobriu. “O bom é que ficamos mais tempo juntos e podemos tirar férias ao mesmo tempo. Cada um tem seu espaço (em casa), mas batemos texto e ajudamos um ao outro sempre”, conta.

Em abril, os dois farão par romântico no longa ‘Jogos Clandestinos’: “Com certeza, o fato de sermos marido e mulher vai nos ajudar nas cenas de mais intimidade”. Ela fará uma stripper e até instalou uma barra de pole dance em casa para treinar. Só deu um tempo por causa das aulas de dança para a trama.

“O pole dance me ajudou a ficar mais desenvolta com meu corpo. Fiquei mais definida, principalmente os braços e abdômen. No primeiro mês, fiquei dolorida dos pés à cabeça. Como requer muita força, achei bem difícil deixar o movimento leve e sensual, porque o corpo fica tenso e rígido, mas com o tempo fica bonito”, garante Giovanna.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia