Nanda Costa volta a comentar sobre sua depilação: 'Salve a mata atlântica'

Capa da edição de aniversário da 'Playboy', atriz chamou atenção por conta do excesso de pelos nas partes íntimas

Por tabata.uchoa

Pelos pubianos de Nanda Costa%2C com depilação nada tradicional%2C roubam a cena no ensaio da atriz para a ‘Playboy’ Divulgação

Rio - Nanda Costa voltou a comentar sobre sua depilação íntima no Twitter. O ensaio nu da atriz, que é capa da edição de aniversário da "Playboy", deu o que falar na Internet por conta de sua depilação.

"Acabei de descobrir que Fidel faz aniversário junto com a Playboy! Axé! #SalvePlayboy #SalveFidel #Salveamataatlântica", escreveu a atriz nesta terça-feira.

Ensaio em Cuba

Cuba é quente, provocadora. É a terra de Fidel, e, agora, de Nanda Costa. Mas não foram as paredes descascadas de lá e todo seu contexto histórico ou as poses provocantes da atriz, feitas em locações bem típicas, que mereceram os comentários do povo. Não se fala em outra coisa que não seja a depilação comedida que Nanda exibiu em seu ensaio nu para a edição de aniversário da revista ‘Playboy’, que chegou às bancas na última sexta-feira.

Para surpresa da atriz, o assunto ganhou destaque nas redes sociais e também nas mesas de bares. Pelo Twitter, Nanda rebateu críticas e afirmou que não quis se depilar por escolha própria. “Jamais faria ‘bigodinho’ de Hitler na terra de Fidel. Sem mais!”, disse ela, referindo-se ao famoso estilo de depilação adotado pelas mulheres atualmente. De acordo com a depiladora Telma Lima, Nanda surpreendeu ao ser original, já que a maioria de suas clientes opta pelo conhecido ‘bigodinho’.

“Quase 80% das minhas clientes pedem a virilha cavada, que é o bigodinho. Acho que elas escolhem esse estilo mais por uma questão estética. Algumas retiram todo o pelo e só uma ou outra, geralmente as senhorinhas, tiram apenas o excesso, assim como a Nanda fez”, conta a profissional.

'Playboy' divulga capa de agosto com Nanda CostaDivulgação


'Foi divertido', diz atriz

Nanda é autêntica, ninguém duvida. Diante de tantos padrões impostos pela sociedade, ela faz questão de quebrá-los — afinal, a atriz acha chato ser igual a todo mundo. “Foi divertido e assustador ler tantos comentários sobre a depilação que supostamente não fiz. Vi, revi e aprovei cada uma das fotos, nunca imaginei que o assunto desse ensaio, que considero no mínimo autêntico, fossem os pelos. Pelo que vejo a arte aqui continua sendo vista pelos detalhes, pelos pequenos e pelo todo, pelos grandes. Seguir ‘padrões’ significa negar a grandeza de ser diferente. Cada um é único, sejamos nós mesmos, pelo o mais, pelo menos!”, escreveu Nanda em sua página na rede social. Logo depois, ela postou uma foto em que aparecem muitos pelos no chão, como se tivessem sido cortados, com a legenda: “Ok. Assunto encerrado!”.

Nanda Costa não é a primeira nem a última a criar polêmica por causa desse assunto. A atriz, de 26 anos, chegou a ser comparada com Vera Fischer, que posou nua em 1982 e 2000, e com Claudia Ohana, que apareceu com seus pelos bem naturais quando posou para a ‘Playboy’ em 1985.

Claudia Ohana: 'Virei a grande representante dos pelos pubianos'

“Virei a grande representante dos pelos pubianos, embora acredite que muita mulher não se depile. Não vi as fotos da Nanda, não dá para dizer sobre o ensaio dela. É difícil comparar os dias atuais com os anos 80. Mas se o ensaio dela tem essa referência, pode ter sido algo proposital. A verdade é que eu acho que cada um faz o que quiser com o corpo”, comenta Ohana, que fez um segundo ensaio, depilada, para a revista, em 2008.

Thales Guaracy, diretor de redação da ‘Playboy’, está satisfeito com o resultado da edição. “Quanto ao que esperávamos, eu sempre acreditei que a Nanda faria um ótimo ensaio. Há certas escolhas que são dela, como essa que está sendo tão comentada. Acho que não é apenas isso que alavanca a revista. Se o ensaio não fosse ótimo, falariam de outras coisas, ou não falariam nada. E o mais importante no que fazemos é defender a liberdade, o que esse ensaio em Cuba representa muito bem e de todas as formas”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia