Recuperado, Renato Aragão fala sobre internação e planos para o futuro

'Quero fazer o que eu ainda não fiz', revelou o humorista

Por karilayn.areias

Rio - Recuperado do infarto, o humorista Renato Aragão concedeu uma entrevista ao Fantástico, na noite deste domingo. Na matéria, ele declarou que a partir de agora "quer fazer as coisas que ainda não fez". Renato recebeu alta médica na última quarta-feira. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, para o tratamento de uma infecção urinária com antibiótico venoso. Em março, Renato já havia sido internado após ter um infarto do miocárdio depois da festa de 15 anos de sua filha, Lívian Aragão. 

Renato Aragão%3A 'Quero fazer o que ainda não fiz'Reprodução TV Globo

"Nunca na vida pensei ter problema de coração. Tenho uma alimentação de qualidade. Eu não como carne vermelha, fritura, gordura, doce, faço esteira. Porém, me excedi na emoção e nos drinks.", revelou. Apesar da vida saudável que Renato leva, especialistas alertam para o risco de infarto se o paciente tem histórico na família, seja pai, mãe, tio, avó.   

Questionado como ocorreu o infarto Renato comentou: "De repente, eu comecei a passar mal sentindo uma coisa diferente aqui no peito. Acordei já no quarto do hospital, já bom, não sentindo mais nada. Depois eu voltei para casa. Aí veio uma febre. Os médicos disseram: 'Vamos voltar que esta coisa não está boa não'. Eu peguei uma infecção urinária muito forte."

Ainda na entrevista, o humorista revelou que tem planos para o futuro. "Agora eu vou aproveitar minha vida. Às vezes a pessoa diz: agora tem que tirar o pé do acelerador. Não, agora eu quero fazer o que eu ainda não fiz". E emendou: "Estou aí com uma série de surpresas. Fui convidado por uma dupla de teatro [Charles Möeller e Claudio Botelho], eles querem teatralizar o filme dos “Saltimbancos trapalhões”. O musical do Chico Buarque com aquelas músicas. E eu falei: nunca fiz teatro na minha vida, vamos fazer uma peça engraçada. E eu estou aqui, tranquilo, tranquilo, mas batendo os dentes". 


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia