TST mantém penhora em conta da Jovem Pan para indenizar R$ 2 mi a Milton Neves

Justiça não aceita pedido de desbloqueio dos bens da emissora de rádio referente à dívida com o apresentador

Por karilayn.areias

Rio - O Tribunal Superior do Trabalho decidiu manter o congelamento no valor de quase R$ 2 milhões da Jovem Pan referente à dívida da emissora com o jornalista Milton Neves, nessa terça-feira. O dinheiro a ser pago para o apresentador está relacionado ao acúmulo de funções de locutor, anunciador, comentarista esportivo e entrevistador no período trabalhado para a empresa, de 1972 a 2005.

Milton NevesReprodução Internet

A emissora recorre da decisão alegando que deveria ter sido chamada a complementar a dívida com a indicação de outros bens, em vez da penhora em dinheiro, conforme previsto no item III da Súmula 417 do TST (princípio da menor onerosidade).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia