Zezé Di Camargo: 'A bola da vez agora é o Kaká. Esqueçam o Zezé'

Cantor sertanejo brinca em coletiva de imprensa de lançamento de CD e fala sobre sua nova inspiração para as músicas

Por karilayn.areias

Zezé Di Camargo e Luciano lançam CD no Paris 6%2C em São PauloAgNews

Rio - Zezé Di Camargo e Luciano acabam de lançar mais um CD de carreira. Este, intitulado “Teorias de Raul”. Durante a coletiva de imprensa para falar sobre o álbum (você lê em breve no Sertanejo), o que não faltou foram brincadeiras dos cantores e comentários sobre a vida pessoal dos artistas.

Zezé, que nunca se esquivou das perguntas sobre seus relacionamentos, falou pouco da nova namorada, Graciele Lacerda ,e, discretamente, explicou a ausência dela. “Ela não gosta de aparecer. Para eu postar aquela foto no Instagram, eu fui muito provocado, estava em um momento de turbulência”, contou ele, que publicou há cerca de uma semana uma imagem de Graciele assumindo que ela era seu atual amor.

O nome dela também foi citado em outro momento da coletiva, quando Zezé foi questionado sobre para quem ele fazia músicas. “Minha musa inspiradora é a Graciele”, confessou.

Zezé ainda garantiu que não fica chateado em ver assuntos pessoais dominarem uma coletiva de imprensa sobre o novo CD. “Indiretamente, isso está ajudando. Nunca vi tanta gente em uma coletiva nossa”, brincou o cantor, que disse se incomodar apenas quando falam mentiras sobre sua vida. “Já processei e ganhei, quando me inventaram um filho fora do casamento. Podem falar que saí agarrado com um travesti que, se for verdade, eu vou ficar calado”, afirmou o cantor.

Zilu

Durante o bate papo, Zezé ainda brincou sobre o assunto da separação, contando um trecho de uma conversa com um amigo. “Ele me perguntou o que eu estava levando na separação. Eu disse: ‘Ela está levando tudo e eu estou levando a culpa’”.

Apesar da brincadeira, o cantor, após a coletiva, mostrou que está tudo bem entre ele e a ex. “A Zilu está feliz pra caramba, está vivendo uma outra fase na vida dela. Se ela sofreu na época comigo, ela merece muito ser feliz agora”.

Ele ainda relembrou sua admiração que tem pela empresária e repetiu que achou desnecessária as entrevistas que ela concedeu para a revista "Veja" e um programa da Record.

Entre uma história e outra, o nome de Kaká foi citado durante o bate-papo. E Zezé aproveitou para encerrar qualquer comentário que houvesse sobre sua separação, passando a bola para outro famoso. “A bola da vez agora é o Kaká. Esqueçam o Zezé”.

Botox

Em um clima bem descontraído, Zezé ainda mostrou que segue muito bem aos 51 anos de idade. O cantor pediu para uma jornalista verificar se ele tinha algum cabelo branco e se o rosto dele havia botox. “Coloquei apenas uma vez, porque eu tinha mania de cantar nervoso e começou a ficar sinal na testa. Então coloquei para perder o hábito de franzir a testa”, explicou o cantor, que ainda entregou: “Agora, uso na axila para não transpirar”.

Fase atual

E, aproveitando a faixa título do CD, Zezé aproveitou para falar sobre a metáfora que o define atualmente: “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”.

Questionado sobre o que mudou nele para ele usar esta frase para resumir seu atual estado, quem assumiu a resposta foi o irmão. “Duas coisas não mudam no Zezé: caráter e maneira de lidar com a verdade. Enquanto muitos insistem em ficar na aba dele por cinco minutos, ele perpetua. O único que tem o direito de ficar na aba de Zezé sou eu, que estou com ele há 23 anos. Saia da aba do chapéu e tente ser alguém”, disparou Luciano.

Instagram

Avesso à redes sociais, Zezé Di Camargo aderiu ao Instagram há quatro meses. Desde então, além de desmentir histórias que saem a seu respeito, faz questão de acompanhar cada comentário. E, caso ache ofensivo, faz questão de responder à altura. “Não tenho sangue de barata. Já dei cada respostas. Ouvir de uma pessoa uma crítica, ok. Agora, quando entra ofendendo....Por que você é obrigado a ouvir e não pode dar uma resposta? Só porque a pessoa é pública precisa engolir sapo?”, questionou o cantor, que ainda completou: “Temos coração e sentimos dores como qualquer um”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia