Por gabriela.mattos
Rio - Foi quase um show. Só faltou música. O teatro do navio Costa Pacífico estava lotado: 1.260 fãs e dezenas de jornalistas esperavam ansiosos para assistir à entrevista coletiva do Rei Roberto Carlos, antes do segundo show da turnê Emoções em Alto Mar, que está em sua 12ª edição e termina sábado, em Santos (SP). Vestindo camisa azul claro e jeans quase branco e muito descontraído, o Rei avisou que está solteiro, mas não tem nada contra o casamento. Contou que o projeto será agora em terra firme devido à crise e alta do dólar, e reconheceu o sucesso de Wesley Safadão.
Só perdeu um pouco do bom humor quando se falou na vizinha da Urca, Viviane Miranda, que já foi apontada como namorada e está grávida. “Nunca aconteceu nada, nunca mandei flores para ninguém na mureta da Urca e jamais fiquei à toa procurando por alguém. Não sei de onde inventaram essa história sem fundamento. Falo com todo mundo. E não, não posso ser pai de ninguém porque já fiz vasectomia”, disse, enfático.
Solteiro%2C Roberto Carlos abre coração a bordo de transatlânticoDivulgação

Mas foi só falar no novo disco de inéditas que o bom humor voltou. O Rei confirmou que ano que vem deve lançar o CD, que já tem quatro músicas prontas. Duas estão com o parceiro de décadas, Erasmo Carlos. Voltou a ficar muito sério, até aborrecido, quando comentou sobre a lama tóxica que saiu da cidade mineira de Mariana e invadiu os mares do Espírito Santo. E pediu punição severa para a corrupção no Brasil, mesmo se dizendo otimista.

Publicidade
“Essa degradação no mar é um absurdo. Mas são muitos problemas que temos. A lama tóxica é terrível e inadmissível, tem a ver com negligência, o que é ainda pior. A crise é geral no mundo, mas tenho esperança que vamos resolver. O que não pode é continuar esse nível de corrupção absurdo e vergonhoso. Tem que punir todos os corruptos, e quem tá fazendo mal para o Brasil não pode continuar aqui”, discursou, aborrecido.
O Rei estava solto. Contou que gosta de ver sua página no facebook, tem whatsapp, e que recebe nudes. “Já até recebi alguma coisa, mas nunca mandei, não”, disse, às gargalhadas. Roberto confirmou que vai voltar à sua cidade natal, Cachoeiro de Itapemirim, dia 19 de abril, quando vai completar 75 anos. “Vai ser emocionante comemorar meus 57 anos lá (risos).”

Publicidade
Projeto em alto-mar dará lugar a turnê em terra firme
Roberto Carlos voltou a falar que está escrevendo sua autobiografia, mas que ainda está no começo. “Acho que vocês têm que esperar a minha porque vão saber muito mais coisa do que qualquer uma feita por qualquer outra pessoa.”
Publicidade
Uma parte especial desta história foi escrita sobre as ondas, nos navios enormes e confortáveis em que o Rei, por 12 anos, manteve o Projeto Emoções. Um sucesso absoluto de público, que inspirou vários outros projetos similares e chega ao fim este ano. Em 2017, estreia o Projeto Emoções em Terra, que será realizado em um resort no Nordeste.
Na entrevista de ontem, Roberto respondeu sobre a possibilidade de ter Wesley Safadão em seu especial de Natal. "No decorrer do ano, a gente vai pensando nos artistas que vão participar do especial. É difícil confirmar alguém no início do ano. Mas nada contra chamar o Safadão. Ele é sucesso e o sucesso é indiscutível".
Publicidade
O Rei adiantou como vai ser seu próximo CD: "Quero terminar em um ano. Já tenho quatro musicas, preciso de mais quatro. 'Furdúncio' e 'Esse cara sou eu' vão entrar”. O Projeto Emoções em Alto Martermina em Santos, no domingo 24.