Camila Camargo será mãe em novela e viciada em drogas no filme 'Travessia'

Com papéis na TV e no cinema, atriz vive experiências bem diferentes de sua vida natureba e esportiva

Por tabata.uchoa

Camila Camargo pode ter o sobrenome famoso%2C mas gosta de fazer seu próprio caminhoGustavo Arrais

Rio - Os planos para ter filhos ainda são distantes para Camila Camargo, mas ela vai poder viver as experiências da maternidade na novela ‘Carinha de Anjo’, versão brasileira da trama mexicana, que estreia neste semestre no SBT. “Diana é uma personagem madura, tem um filho e um enteado, trabalha, faz as coisas em casa. Digo que ela é o retrato da mulher dos dias de hoje”, conta a atriz. Nem conviver com as crianças nos estúdios fez Camila querer antecipar a encomenda pelos herdeiros. “Tenho cinco afilhados, sobrinhos, mas o momento é de trabalhar. Não vejo essa dificuldade de criar filhos porque eu vejo de fora. Só vou saber quando eu tiver um.”

A música entra em cena mais uma vez na vida de Camila. Filha do cantor Zezé, ela agora vai viver a mulher e a mãe de músicos na nova novela. “Já fiz aulas de violão, piano, também faço musicais. A música está sempre presente, não tem jeito”. Mas Camila sabe dividir muito bem a vida musical de sua família com a sua carreira. “Nunca pedi para que meu pai me indicasse, muito pelo contrário. Ele admira essa coisa de eu andar com as minhas próprias pernas. Comecei a fazer teatro com 8 anos e trabalho desde 2005. Minha família sempre respeitou minha decisão.”

A independência da atriz vale também para o âmbito financeiro. Camila admite que não recebe nenhum tipo de mesada do pai: “Ele é um paizão que jamais vai deixar me faltar nada, mas hoje eu corro atrás para pagar minhas contas. É muito gostoso trabalhar e ganhar seu próprio dinheiro.” E trabalho é o que não falta. Ainda este ano, a atriz estreia o longa ‘Travessia’, em que vive Marina, uma usuária de ácido que se envolve com um traficante, vivido por Caio Castro. “Ela não sabe que ele vende drogas também. Acho legal a forma como o filme mostra que a vida toma rumos que a gente não pode prever”, explica. A artista faz a linha boa moça, nunca experimentou nenhuma droga.

“A gente sabe onde tem, onde vende, mas eu passo longe. As pessoas também me respeitam muito, não oferecem nem nada”, admite. Se envolver com ‘vendedores de drogas’ na vida real então, nem pensar. “É difícil falar. Mas, para mim, independentemente de estar muito apaixonada, não rola. Eu iria me afastar. É um mundo muito diferente do meu. Sou natureba, gosto de comida saudável.”

Mas que opção de não experimentar drogas não se confunda com caretice. Ficar nua em cena, por exemplo, Camila acha ‘de boa’. Em ‘Travessia’, ela faz cenas quentes com Caio. “Se o texto pede e se para a cena isso vai ser importante, eu não vejo problema, só não gosto da coisa gratuita. Entender a linguagem do diretor também facilita bastante. Percebi que o que importava ali não era a nudez e, sim, a relação dos personagens. Na profissão sou assim, me arrisco, me jogo”, comenta a atriz, reforçando que não rolou clima com o ator: “Caio é meu amigão, já nos conhecíamos antes.”

Em ‘Travessia’%2C Camila vive Marina%2C uma viciada que se envolve com o traficante%2C vivido por Caio CastroDivulgação

Namorando o diretor de produção Leonardo Lessa, Camila vai na contramão de seus pais e mantém seu relacionamento de forma bem discreta. Ela foge de polêmicas e ressalta que “tudo tem limite”.

“Superentendo a curiosidade das pessoas, mas hoje está tudo tão exposto que acho que a gente precisa manter um pouco da privacidade. Até posto algumas coisas nas redes sociais, mas geralmente é sobre saúde, meu treino de crossfit. Tem que saber dosar o que vai mostrar para ser uma exposição saudável”, acrescenta. 

Com seis quilos a menos e um shape escultural, com 49 kg, a atriz tem se dedicado aos treinos de musculação, crossfit e, claro, uma alimentação balanceada. Mas ela garante que não vai virar blogueira fitness. “É difícil ter tempo para fazer blog, Instagram é uma coisa mais rápida”, comenta ela, que já faturou cachês com algumas postagens: “Acontece essa coisa da publicidade, já fiz, mas não é o meu foco. Às vezes, aparecem algumas coisas, mas que não valem a pena, que não têm a ver comigo e que eu não me identifico. Meu objetivo é mesmo meu trabalho como atriz, que é meu ganha-pão.” 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia