Ex-panicat faz desabafo nas redes sociais: 'Não era feliz'

Relato emocionou os seguidores de Carol Dias, que já foi integrante da equipe do programa Pânico

Por O Dia

Ex-panicat Carol Dias
Ex-panicat Carol Dias -

Rio - A ex-panicat Carol Dias usou as redes sociais para desabafar e aconselhar seus seguidores. No relato, publicado nesta quarta-feira, a modelo contou que tinha uma preocupação excessiva com a sua imagem e com o que os outros iriam pensar dela. A famosa também afirmou que não se sentia feliz e que foi preciso mudar sua forma de pensar para ficar bem consigo mesma. 

O relato emocionou os seguidores de Carol, que já foi integrante da equipe do programa Pânico. 

Confira o texto na íntegra:   

“Recado para você: Eu já fui... Eu já fui àquela menina que ficava mal chorando no quarto, pensando só no corpo e como eu ia aparecer na televisão. Eu já fui àquela menina que pensava o que os outros iriam dizer da minha foto. O que as mulheres achariam de mim? Eu já fui àquela menina que vomitou a comida para emagrecer. Eu achava tudo lindo e certo. Ah, eu ficava tirando mil fotos encolhendo a barriga.

Se não ficasse boa eu ficava mal comigo. Eu já fui àquela menina que maltratou a cabeça para estar sorrindo falso e tentando agradar as pessoas para ser aceita. E eu também era aquela que não aceitava a minha vida no fundo sabe? Sabe o que eu aprendi? Nada. Eu não era feliz. Meu coração não brilhava.

Quando eu mudei meu mindset e percebi que ser feliz é estar bem comigo e com a minha mente, espiritualmente, fisicamente e sorrindo de verdade, leve e em paz, eu percebi que eu virei a chave. Eu penso em mim. Na minha saúde. Na minha vida. No que eu gosto e no que eu acho ideal para minha felicidade. Eu percebi que eu sou amada do meu jeito e que se eu não for tudo bem.

Mas, que eu tive a oportunidade de mudar tudo. De começar de novo e sorrir. Me lembro quando eu tomava Rivotril para ir trabalhar. Meu rosto está completamente acabado nessa foto. Sabe o que vale a pena? É você ser gentil com você meu amor. Ter paciência. Calma. E sorrir de verdade, porque sorrir falsamente não vale a pena.

A vida passa e a gente não viveu realmente. Eu já fui a menina triste que você nunca imaginou com tudo que você achava que era maravilhoso. Mas, eu melhorei e a cada dia busco melhorar em tudo com a minha felicidade. E você? Você está feliz com você? Como você cuida de você? Pensa nisso. Beijos de luz, Carol Dias”.

Comentários