'Se houver celebração, será para amigos íntimos', diz Letícia Spiller sobre casamento

Atriz estreia no musical 'Zorro - Nasce Uma Estrela', ao lado do namorado Pablo Vares de Azevedo, Bruno Fagundes e Marcos Mion

Por iG

Letícia Spiller em 'Zorro - Nasce Uma Estrela'
Letícia Spiller em 'Zorro - Nasce Uma Estrela' -
São Paulo - Aos 46 anos, Letícia Spiller se encontra em um momento emocionante e cheio de vida. Na carreira, está em cartaz com o musical "Zorro - Nasce Uma Estrela" , que estreou no último dia 2 de agosto no 033 Rooftop do Teatro Santander, em São Paulo. No lado pessoal, segue em "love" com o músico uruguaio Pablo Vares de Azevedo, que também atua na peça. Além disso, está assistindo seu filho Pedro Novaes brilhar na "Malhação".
"Está sendo maravilhoso atuar ao lado de Pablo e ter o apoio dele a todo momento. Melhor ainda é porque conseguimos ficar juntos nos finais de semana", conta Letícia em exclusiva ao iG. Juntos há pouco mais de 3 anos, a atriz já se considera casada com o namorado 16 anos mais novo que ela:

"Já estamos "casados" né? Porque moramos juntos e dividimos uma vida, mesmo viajando muito e ficando bastante tempo fora. O casamento já existe, mas se caso houver uma celebração algum dia, será apenas para os amigos bem íntimos", revela a "Marilda" da novela "O Sétimo Guardião".
Falando em personagens, Letícia guarda no coração a figura que a tornou conhecida no Brasil todo: a manicure-furacão Babalu da novela "Quatro por Quatro", da Rede Globo. "Tenho um carinho gigantesco pela Babalu. Me orgulho da personagem e só tenho a agradecer por ela ter existido. Até acho divertido quando alguém me fala ou me chama por ela".

Mãe Coruja

De atriz assistida por milhares de pessoas, Letícia acabou virando uma telespectadora, pois está acompanhando o seu filho Pedro Novaes, de 22 anos e fruto do casamento com o ator Marcello Novaes "bombar" na "Malhação: Toda Forma de Amar". O rapaz interpreta o protagonista Filipe.

"Eu fico babando na cria, né? Mãe é mãe!", fala a global em tom empolgante como se desse para imaginar o seu sorriso do outro lado do telefone. "Toda mãe é coruja e fico feliz demais em ver ele brilhando. Muita gente vem me falar bem dele, o quanto está indo bem na carreira de ator. É só orgulho".

O Musical

Em "Zorro - Nasce Uma Estrela", Letícia dá vida à cigana Inez. A peça, que também apresenta Bruno Fagundes e Marcos Mion no elenco tem um contato bem próximo com o público. "Na 'Zorro', a interação que temos com as pessoas é enorme, porque a gente circula entre as mesas enquanto atuamos", conta. "O teatro musical tem uma perspectiva diferente da TV, cinema e do teatro. Dessas categorias, o teatro é o que mais se aproxima do musical e é o que mais me encanta, pois tem proximidade com o público e a resposta é imediata".

Da preparação, a atriz relembra que foi um desafio inédito, mesmo com toda a sua experiência de décadas: "Eu nunca tinha feito ensaios intensos dessa maneira. O grande desafio desse espetáculo foi o pouco tempo que tivemos para ensaiar até a estreia. Eu sempre ensaiei três meses para as peças que fiz e não em dois meses como foi agora. Então, a carga foi dobrada".

Vida "zen" após os 40

Quem vê Letícia hoje, se depara com uma mulher que parece não envelhecer. Ou envelhece bem devagar, pois a carinha da jovem Babalu continua presente. "Eu lido bem com isso [envelhecimento]. É até engraçado porque depois dos 40 eu tenho mais energia e disposição. Não sei se é devido aos ritos tibetanos e de meditação que pratico e trago para a minha vida", revela ela que pratica exercícios frequentemente.

"O envelhecimento é inevitável para todos nós e espero estar na ativa trabalhando e dançando até quando eu puder", pede Letícia antes de divulgar que se preocupa com a aparência, porém de leve: "Os procedimentos estéticos que faço são bem sútis. São mais para prevenção do que para mudar. Acho importante ter esse equilíbrio".
 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários