Datena conta que tem se sentido depressivo e dispara: 'não tem um fio de esperança'

Jornalista também se lembrou de uma conversa que teve com Ricardo Boechat

Por iG

Datena abre o jogo sobre como está se sentindo
Datena abre o jogo sobre como está se sentindo -

São Paulo - Datena abriu o jogo sobre como está se sentindo nos últimos tempos. O jornalista contou, durante um programa da Rádio Bandeirantes, que a crise de saúde mundial o deixou mais triste do que o normal e ele tem achado que está próximo do que os outros descrevem como depressão.

O jornalista da Band lembrou de uma conversa sobre o assunto que teve como colega Ricardo Boechat, morto em um acidente de helicóptero em 2019. "Eu nunca experimental a tal de depressão. Um dia o Boechat chegou pra mim e falou 'cara, de uma hora pra outra comecei a chorar sozinho e é a pior coisa que existe'", relembrou o apresentador.

Datena disse que não tem ideia do que é a depressão, mas sente que está se aproximando da doença atualmente, por causa da situação causada pelo novo coronavírus. "Mas acho que estou ficando perto disso aí. Porque você não tem um fio de esperança, não tem um alento, então é assim que você sente?", ele refletiu. 

O funcionário da Band disse que além de estar mais triste, ele também está mais cansado do que o normal, mesmo sendo uma pessoa acostumada a sempre trabalhar bastante. Datena também analisa que um dos principais motivos que o tem deixado mais para baixo é a preocupação com os outros.

"Pela preocupação que você tem não só com você, mas com os outros, começando por dentro da sua família porque o ser humano é egoísta, você pensa no próximo que está mais próximo de você, que está do seu lado. Mas a gente pensa no próximo numa forma geral com tanta gente morrendo assim. Então você fica meio triste, fora daquilo que você normalmente é... Espero que isso melhore", ele conclui.

Comentários