Felipe Neto move seis ações após ser associado à pedofilia

Deputados e apoiadores bolsonaristas são alvos dos processos do youtuber

Por O Dia

Youtuber Felipe Neto
Youtuber Felipe Neto -
Rio - O youtuber Felipe Neto já abriu seis ações judiciais contra pessoas que seguem associando seu nome ao crime de pedofilia nas redes sociais. Os processos correm no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). Alguns dos alvos dos seus processos são deputados e apoiadores de Jair Bolsonaro.
Antônia Fontenelle
A ação judicial movida por Felipe Neto e seu irmão, Lucas Neto, contra a apresentadora Antônia Fontenelle pede uma indenização de R$ 200 mil, sendo R$ 100 mil para cada.

O motivo do processo é um vídeo que Fontenelle publicou nas redes sociais, reunindo vídeos dos youtubers e os acusa de pedofilia. “Podemos chamar esse vídeo de incitação à pedofilia a olhos nus?”, questionou, citando os irmãos.

Comentários