Eduardo Costa
Eduardo CostaReprodução/Instagram
Por iG
São Paulo - Eduardo Costa está arrependido por se envolver com política no passado. Em entrevista ao programa Odair Terra, o cantor sertanejo comentou que o público anda agressivo com ele e um dos motivos pode ser a política.
"Eu me recolhi e falei 'eu não quero mais viver da música', eu quero cantar pra mim, não quero mais ter que passar por isso. Eu quero levar alegria para as pessoas, eu quero levar entretenimento, aconchego e a minha música ela está virando uma coisa ruim. Porque está tendo uma agressividade com relação ao Eduardo Costa [por parte] das pessoas", disse.
Publicidade
"Não sei se em algum momento foi por causa da política, lá atrás. Que eu me arrependo de ter me envolvido nisso, me arrependo amargamente", afirmou.
Por conta das polêmicas, Eduardo Costa afirmou que decidiu ser mais contido. "Melhorar o meu jeito. Eu achava que ser sincero era uma qualidade e eu descobri que até isso eu tenho que mentir", defendeu.
Publicidade
Durante a conversa, o cantor também recordou conflitos com Leonardo, ex-parceiro de Cabaré. De acordo com o sertanejo, a polêmica começou após ele anunciar o desejo de ter escritório próprio, em que pudesse gerir a própria carreira.
"E aí, eu resolvo montar meu projeto e me desligar da Talismã. Aí começou: 'Leonardo e Eduardo Costa brigam durante live', 'Leonardo não gosta do jeito de Eduardo Costa em live'. Chegou uma certa hora, que eu liguei pro Leonardo pra perguntar 'Será que eu tô doido e esse cara está assim mesmo?'. E aí, ele falou: 'Eduardo, fica tranquilo que eu vou lá e vou falar para as pessoas o que de fato é'", disse.