Foto: reprodução

Após dois anos de pandemia, a opção por capacitação profissional na modalidade on-line se tornou bastante comum. Dessa forma, cursos no formato de videoaula, programas de ensino a distância (EAD) e materiais para qualificação profissional – como e-books e cartilhas – proliferaram, em função da disposição que as pessoas adquiriram para estudar sem sair de suas casas.
Os conteúdos comercializados digitalmente, chamados de infoprodutos, se tornaram uma forma de fonte de renda para especialistas e professores, dispostos a transformar seus conhecimentos em um produto digital.
De acordo com Daniel Pinheiro, CEO da Evermart, uma das maiores plataformas de hospedagem de cursos on-line do País, elaborar o conteúdo é apenas o primeiro passo para obter êxito no mercado de infoprodutos.
Analisando o crescimento do setor – a Evermart, por exemplo, sem investimento em marketing, conseguiu atrair mais de 200 mil alunos e 20 mil produtores de conteúdo –, o empresário compartilha algumas dicas para quem quer se destacar vendendo conteúdo em formato digital.
Confira, a seguir, as recomendações de Pinheiro:
1) Invista em qualidade
“O seu produto – seja videoaula, e-book, cartilha, tutorial, audiovisual – precisa ter qualidade. O consumidor não quer qualquer coisa, ainda mais na internet, onde ele pode procurar um produto similar rapidamente. Então, ao elaborar o seu material, não tenha pressa e invista em qualidade. Um infoproduto de qualidade é bem avaliado pelo público – e isso gera mais vendas.”
2) Aposte no marketing digital
“As redes sociais são grandes aliadas na divulgação do seu infoproduto. Crie perfis profissionais destacando o seu material, disponibilize amostras e tire as eventuais dúvidas dos seguidores. É importante evidenciar os diferenciais do seu conteúdo porque a competição é bastante acirrada.”
3) Dê atenção ao cliente
“A relação com o cliente não termina após efetuar a venda. Os profissionais que se destacam vendendo infoprodutos são aqueles que se mostram solícitos. Por exemplo, quando o material está hospedado em uma plataforma, responder às dúvidas nos comentários é uma boa maneira de se relacionar com o aluno ou o consumidor. Pessoas que ainda não compraram o seu material vão perceber que você é um produtor de conteúdo atencioso. Isso é um diferencial e tanto.”
4) Escolha a melhor plataforma de hospedagem
“Para vender o seu material, você precisa hospedá-lo em uma plataforma que valorize o seu produto. Então, a dica é avaliar as ferramentas disponibilizadas pela plataforma, o funcionamento do mecanismo de busca interno e o respaldo do site de hospedagem. Além disso, não ignore a taxa cobrada por venda. Por fim, é
importante que a plataforma seja prática e intuitiva, de forma que favoreça o aprendizado do aluno.”
Logo, o mercado segue aquecido para quem quer fazer uma renda através do seu conhecimento, alinhando a todas as dicas trazidas pelo Daniel Pinheiro, CEO da Evermart.
Para conhecer mais da plataforma Evertmart, acesse www.evermart.com.br e instagram @evermart.br
Você pode gostar
Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor.