'Sexo e as Nêga': Série mostra o cotidiano de quatro amigas do subúrbio

Baseado em 'Sex and the City', novo seriado de Miguel Falabella estreia em 16 de setembro

Por karilayn.areias

Rio - Imagine quatro amigas negras do subúrbio carioca vivendo numa comunidade carente, com uma boa dose de cosmopolitans, ou melhor, números musicais? Tem cheiro de "Sex and the City"? Tem. Como já declarado pelo autor, Miguel Falabella. Trata-se de “Sexo e as Nêga”, primo negro brasileiro do seriado norte-americano, conduzido pela jornalista Carrie Bradshaw (Sara-Jessica Parker). Só que na versão de Miguel quem conduz é Jesuína (Claudia Jimenez) moradora da Cidade Alta em Cordovil, dona de uma rádio comunitária e de um bar, que é o point de toda a galera. “Vou narrando igual aquela loira em 'Sex and The City'. Isso é novo na minha vida, e eu estou achando chiquérrimo”, disse a atriz em entrevista ao Gshow.

Karin Hills%2C Lilian Valeska%2C Maria Bia e Corina Sabbas%3A protagonistas de Sexo e as NêgaReprodução


As quatro amigas são interpretadas por feras de musicais de sucesso brasileiro, como não poderia ser diferente, já que o ponto alto do seriado promete ser os musicais protagonizados por elas. Versões de grandes sucessos da música black americana, adaptados pelo próprio Miguel.Corina Sabbas vive a operária Tilde, Karin Hils a camareira Zulma ,Lilian Valeska a costureira Lia e Maria Bia a cozinheira Soraia. Elas sempre se encontram no bar de Jesuína, onde dividem suas crises, romances e sonhos. O sexo do título não é brincadeira. A promessa é a de que haverá, e muito!

Cininha de Paula é a diretora e o elenco conta com as participações de Alessandra Maestrini, que mudou completamente o visual: ficou loiraça, Maria Gladys, Bia Nunnes,Marcos Breda e Land Vieira. A estreia está prevista para o dia 16 de setembro. O programa vai ocupar a lacuna de “Tapas & Beijos” que chega ao fim após três temporadas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia