Por tabata.uchoa

São Paulo - Florinda Meza, viúva de Roberto Bolaños, o eterno Chaves, participou de uma entrevista coletiva nos estúdios do SBT, em São Paulo, na noite desta quarta-feira. A atriz, que vivia a Dona Florinda no seriado "Chaves", contou que ainda não se recuperou da morte do marido.

Morre, aos 85 anos, o ator Roberto Bolaños

Florinda Meza participa do 'Programa do Ratinho' e fala pela primeira vez sobre a morte de Roberto BolañosFrancisco Cepeda / Ag. News

"Não me recuperei. Quando é uma perda muito grande, duvido muito que uma pessoa no meu lugar superaria. O que se consegue é sobreviver. Fiz 66 anos no último dia 8 de fevereiro. Vivi com o Roberto 40 anos. Praticamente toda a minha vida. Como superar isso? Sou atriz e isso ajuda a controlar as emoções. Roberto era o melhor homem do mundo", disse.

Esta foi a primeira vez que Florinda deu uma entrevista para a TV após a morte de Roberto Bolaños. Florinda também comentou o reencontro com Carlos Villagrán, o Quico, no velório do marido. "Eu não sabia que ele estava lá, tinha muita gente. Quando o vi, o abracei e fiquei feliz por tanta gente ter ido ao velório. Queria que toda a América Latina estivesse lá", despistou.

Velório de Roberto Bolaños é marcado por abraço de Dona Florinda e Quico

Florinda Meza posa com fãs nos estúdios do SBTFrancisco Cepeda / Ag. News

A atriz mexicana também negou que os fãs estejam proibidos de visitar o mausoléu onde está o corpo de Bolaños. "Não é verdade. Sempre tem gente querendo difamar, me culparam. Mas as portas estão abertas, é só pedir ao segurança. Não tem. As câmeras que tem são do cemitério porque virou monumento histórico", disse.

Florinda, que também fez uma participação no "Programa do Ratinho", falou durante a atração sobre um período de três meses em que esteve separada de Bolaños. "Ele saiu de casa porque se sentiu pressionado por filhos, ex-mulher, imprensa. E, quando ele quis voltar, eu já não o queria mais. Fui dar aula de dança, e a empregada o deixou entrar. Quando voltei para casa, encontrei um caminho de flores. Na minha cama, estava escrito 'eu te amo'".

Ela revelou ainda que Rubén Aguirre, o professor Girafales, também a cortejava. "Eu era uma jovem atrativa, bonitona. Todos davam em cima e não só o Roberto", afirmou.

Você pode gostar