Acima, o autor Aguinaldo Silva (E) e o diretor Rogério Gomes, de 'O Sétimo Guardião', próxima novela das 21h da Globo. Ao lado, Luz (Marina Ruy Barbosa) e Gabriel (Bruno Gagliasso), que estarão na trama - João Cotta/TV Globo
Acima, o autor Aguinaldo Silva (E) e o diretor Rogério Gomes, de 'O Sétimo Guardião', próxima novela das 21h da Globo. Ao lado, Luz (Marina Ruy Barbosa) e Gabriel (Bruno Gagliasso), que estarão na tramaJoão Cotta/TV Globo
Por RODRIGO TEIXEIRA | [email protected]

Rio  - 'O Sétimo Guardião', de Aguinaldo Silva, será a novela que vai substituir a atual trama das 21h da Globo, 'Segundo Sol', e marca a volta de Aguinaldo Silva ao realismo fantástico. Com estreia prevista para novembro, a trama, que tem direção artística de Rogério Gomes, vai mostrar que alguns lugares guardam grandes histórias e que, com elas, muitos mistérios podem estar escondidos.

"Ao longo de minha carreira como autor consegui construir um território ficcional. Volto, desta vez, ao realismo fantástico, em que transitei algumas vezes. Agora, em uma cidade que já foi citada em outras novelas minhas, mas que até então nunca havia aparecido de verdade: Serro Azul", conta Aguinaldo.

A bucólica Serro Azul, fictícia cidadezinha do interior de Minas Gerais, é o pano de fundo da trama, que teve diversas cenas já gravadas em Minas. Para que todo esse universo de Serro Azul viesse à tona, a maior cidade cenográfica já construída nos Estúdios Globo está sendo finalizada.

CIDADE CENOGRÁFICA

Com 18 mil metros quadrados, o espaço tem 38 edificações, 27 delas com interior, utilizadas pelos personagens. "Queremos reproduzir uma verdadeira cidade do interior, com a praça, a igreja, a prefeitura. Essa estrutura já está quase pronta", conta o diretor artístico Rogério Gomes.

A fonte protegida pelos guardiões também está sendo construída. São seis metros de queda d'água dentro de uma gruta cenográfica de mais de mil metros quadrados. "Esperamos alcançar o efeito de grandiosidade que o segredo da fonte pede", torce o diretor.

Os sete guardiões, responsáveis por proteger a fonte, são pessoas que, aparentemente, levam uma vida comum: o prefeito Eurico (Dan Stulbach), o delegado Machado (Milhem Cortaz), o médico Aranha (Paulo Rocha), o mendigo Feliciano (Leopoldo Pacheco), a cafetina Ondina (Ana Beatriz Nogueira), a esotérica Milu (Zezé Polessa) e Egídio (Antônio Calloni), o guardião-mor.

Escolhidos através de um ritual secreto, eles são substituídos a cada vez que um morre. Sempre por perto dos guardiães está Léon, o gato de Egídio, que no decorrer da novela terá forma humana e será vivido por Eduardo Moscovis.

'O Sétimo Guardião' terá Nany People vivendo uma vilã transexual. Aos 52 anos, a atriz de teatro e conhecida por atuar em programas de humor fará sua estreia em novelas da Globo.

"Eu acredito que esse assunto não deva ser tratado com a seriedade que beire a tristeza. Elas têm um bom humor em relação à vida, e eu acho que a gente deve mostrar esse lado delas. A minha trans será uma trans que bota pra quebrar", garante Aguinaldo.

O último trabalho de Nany como atriz na TV foi na série 'Xilindró', do Multishow, no ano passado. Na história, ela viverá Marcos Paulo Pianovski, uma química que sabe segredos do passado de Valentina (Lilia Cabral), dona de uma empresa de cosméticos.

Ainda na trama, Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso dão vida ao casal Luz e Gabriel, que enfrenta a mãe dele, Valentina, para ficar junto.

Também estão no elenco Tony Ramos, Viviane Araújo, Marcos Caruso, Zezé Polessa, Vanessa Giácomo, Paulo Rocha, José Loreto e Caio Blat.

Você pode gostar
Comentários