Quatro estrelas disputam o prêmio do 'Dancing Brasil'

Estão em jogo o prêmio de R$ 500 mil e o título de vencedor(a) da atração

Por Gabriel Sobreira

Lu Andrade
Lu Andrade -

Rio - Foram dez semanas intensas de muito ensaio, estresse, dor, superação e aprendizado. É o que dizem Allan Souza, Pérola Faria, Lu Andrade e Amaral, que disputam hoje, às 23h, a final do 'Dancing Brasil', da Record TV. Estão em jogo o prêmio de R$ 500 mil e o título de vencedor(a) da atração.

"Há 12 anos trabalho para conseguir realizar o sonho de ter a minha casa, meu cantinho. Com certeza, esse prêmio me ajudará a realizar isso", planeja Pérola Faria. "Foi tão difícil e cansativo quanto incrível e transformador. Hoje, tenho uma noção maior da minha capacidade, determinação, me apresento mais segura, não tenho mais medo de me expor", conta a atriz.

DINÂMICA

O programa de hoje será dividido em duas etapas. Na primeira, os finalistas vão dançar um ritmo escolhido pelos jurados. A segunda apresentação terá o ritmo escolhido pela própria dupla. Além disso, a final do reality show contará com a presença dos outros dez participantes desta edição. Eles farão uma dança em grupo no palco. O público é quem escolhe o vencedor, no site R7.com. O (a) bailarino (a) que faz par com o (a) artista vencedor (a) ganha um carro 0 km.

"O público pode esperar uma coreografia forte que estou adorando fazer, pois nunca dancei nada parecido", anuncia Lu Andrade, que ainda não acredita estar na final. "Foi muita superação e a prova de que posso chegar longe com dedicação e esforço. Hoje, será um dia de muitas emoções. Não sei como vou reagir. Agora está nas mãos do público", diz.

SUPERAÇÃO

Allan Souza diz que já é uma vitória estar na final. Isso porque ele cogitou não fazer o programa. Mas desde quando aceitou, o ator diz que vive um processo intenso e visceral. "Foram várias dificuldades, muito cansaço físico e desgaste emocional. Toda semana ter que montar uma coreografia, estar sempre a postos. Isso gera um cansaço. Foram mais de 600 horas de ensaio. Perdi 11 quilos. Tive contraturas, estiramentos, e achei que não fosse dançar em várias semanas", analisa.

Caso ganhe o prêmio, Allan já sabe como usá-lo. Ele pretende dividi-lo com a bailarina Carolina Dias. "Sou muito grato a ela, que conseguiu realizar meu objetivo que é mostrar minha arte para o mundo. Somarei o valor do carro dela com os R$ 500 mil e dividirei entre nós dois", promete.

Quem também conseguiu mostrar uma outra faceta do seu talento foi o ex-jogador Amaral. Ele tem comemorado o carinho dos fãs. "O horário do programa é no mesmo momento dos jogos de futebol. Esse outro público me conheceu, e fico feliz por esse carinho que tiveram comigo e essa experiência incrível", vibra ele, que jura que vai querer se envolver mais com a dança no futuro. "Além da desenvoltura que te dá no corpo, a dança é uma terapia, e isso é muito legal", entrega.

Galeria de Fotos

Lu Andrade Antonio Chahestian/Record TV
Pérola Faria Edu Moraes / Record TV
Amaral Antonio Chahestian/Record TV
Allan Souza Edu Moraes/Record TV

Comentários

Últimas de Televisão