Globo processa Bianca Andrade e pede R$ 500 mil de indenização

Emissora acusa participante do 'BBB 20' de quebra de contrato

Por iG

Bianca Andrade
Bianca Andrade -

São Paulo - A Globo está processando a influenciadora digital Bianca Andrade, também conhecida como Boca Rosa. Ela participou da última edição do “BBB” e o problema é que na hora de fechar o contrato com a emissora ela ocultou que estava no elenco de “Soltos em Floripa”, reality show da Amazon Prime Video. Segundo o ‘Notícias da TV’, essa quebra de contrato pode resultar em uma indenização de R$ 500 mil.

Galeria de Fotos

Bianca Andrade Reprodução
Bianca Andrade, a Boca Rosa Reprodução
Bianca Andrade Reprodução
Bianca Andrade Divulgação
Bianca Andrade Salvador Cordaro
Bianca Andrade mostra sua nova mansão Reprodução Internet
Bianca Andrade Reprodução
Bianca Andrade agora está usando uma franjinha Reprodução Internet
Bianca Andrade agora está usando uma franjinha Reprodução Internet
Bianca Andrade agora está usando uma franjinha Reprodução Internet
Bianca Andrade, a Boca Rosa Reprodução de internet
Bianca Andrade, a Boca Rosa, no 'Se Joga' Reprodução TV
Bianca Andrade revê e comenta todos os momentos polêmicos, após sua eliminação do 'BBB20' Reprodução de vídeo
Bianca Andrade nos bastidores do 'Mais Você' Divulgação / TV Globo
Bianca Andrade, a Boca Rosa do 'BBB 20', da Globo Globo/Victor Pollak
Bianca Andrade Reprodução Instagram
Bianca Andrade diz que ficaria com Rafa Kaliman Reprodução
Bianca Andrade, a Boca Rosa Reprodução de internet

Na ação protocolada pela Globo na 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro, da qual o ‘Notícias da TV’ teve acesso, a Globo afirma que Bianca Andrade descumpriu a cláusula de exclusividade, já que apareceu em uma atração considerada concorrente, uma vez que o streaming da Amazon bate de frente com a Globoplay.

A influenciadora assinou o contrato com a Globo no dia 10 de dezembro do ano passado e não mencionou que tinha gravado o “Soltos em Floripa”. A emissora só descobriu após a eliminação polêmica de Boca Rosa do reality, no dia 25 de fevereiro, pois ela só foi anunciada como uma das comentarias da atração concorrente no dia 5 de março.

“Alguns dias após a eliminação, quando a ré [Bianca] ainda se encontrava obrigada a cumprir obrigações contratuais com a Globo, como a participação em programas, entrevistas, ensaios fotográficos, entre outras, a autora [Globo] teve ciência acerca de grave violação pela influencer das cláusulas contratuais de exclusividade pactuadas pelas partes”, foi alegado no processo.

Como de costume, os participantes do “BBB” tem um período de exclusividade na emissora após serem eliminados da atração. No caso de Bianca Andrade, seu contrato foi até o dia 30 de abril, mas o “Soltos em Floripa” estreou antes disso, no dia 20 de março.

“A omissão, no caso, foi obviamente dolosa, caso contrário sua participação no BBB não seria autorizada pela emissora autora, visto que contrária as regras aplicáveis a todos os participantes, o que resultaria na perda da exposição comercial destacada pela própria ré”, diz a ação que destaca que Boca Rosa se beneficiou do “BBB”, ganhando seguidores e vendendo mais dos seus produtos. A ex-BBB ainda não se pronunciou.

Comentários