'Pensava que se eu morresse era mais vantagem', diz Cauan no 'Encontro'

Sertanejo passou nove dias internado na UTI

Por iG

Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro'
Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro' -

São Paulo - O cantor Cauan Máximo deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) depois de mais de uma semana internado em estado grave. Ele segue hospitalizado e, nesta terça-feira (25), o sertanejo participou do “Encontro” diretamente do hospital. Emocionado, a dupla de Cleber falou sobre como está sendo sua recuperação da Covid-19, agradeceu as orações e falou dos pais, que também estão internados com a doença.

Galeria de Fotos

Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro' Reprodução
Cauan chora em vídeo após deixar UTI Reprodução Internet
Cauan Reprodução
Cauan e os pais João e Shirlei Reprodução
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cleber & Cauan Reprodução
Cleber & Cauan Reprodução
Cauan Máximo Reprodução
Cauan Reprodução

O estado clínico do sertanejo tem apresentado uma melhora gradativa e significativa nos últimos dias, mesmo tendo ficado com 75% do pulmão comprometido. Ele contou a Fátima Bernardes que, depois que sentiu os sintomas da doença, demorou para procurar um médico. O medo da internação era grande, mas ele acredita que essa experiência o fez mudar por dentro.

“Tive dois momentos muito difíceis, que fiquei com muito medo. Dois momentos específicos. Não sei nem explicar o que sentia naquele momento. Pensava que se eu morresse era mais vantagem”, contou Cauan. “Uma força interior dentro de mim veio me mudando. Eu era uma pessoa muita ansiosa. Deus curou muita coisa aqui dentro”, acrescentou.    

O cantor não conteve as lágrimas quando falou do vídeo em que minimiza a gravidade pandemia gerada pela Covid-19. “Talvez um mês antes de isso acontecer comigo, eu já estava buscando a mudança interior, mudar a arrogância, algumas coisas que a gente tinha. Tem uns vídeos meus falando da doença. Eu falava aquilo mesmo, era muito insensato. Tem um vídeo que eu brinco com a doença, não me cuidava muito. Meu irmão me advertia sempre, meus pais me advertiam. Às vezes a gente ouve, às vezes não.”

Sem previsão de alta

O irmão de Cauan, Fernando Máximo, explicou que ele ainda precisa fazer uma bateria de exames antes de ter uma previsão de alta. “Possivelmente vai ter alta pela forma como ele vem evoluindo nos últimos três dias. Melhorou muito a falta de ar, a dependência do oxigênio está diminuindo e houve melhora significativa na tomografia. Obviamente vai ter que fazer fisioterapia uns 60 dias”, disse também no “Encontro”.

Além do sertanejo, o pais dele também estão lutando contra a Covid-19. Shirlei, sua mãe, está internada, mas se recupera bem, entretanto, João Luiz, seu pai, segue na UTI em estado grave. Cauan e o irmão agradeceram as orações e pediram para que as pessoas continuem rezando pelo pai deles.