Karol Conká participa do Encontro para falar sobre documentário
Karol Conká participa do Encontro para falar sobre documentárioReprodução
Por iG
São Paulo - "A Vida Depois do Tombo", documentário sobre a trajetória de Karol Conká após sua participação no "BBB 21", estreou nesta quinta-feira. Em entrevista ao "Encontro", nesta sexta-feira, ela falou sobre o projeto. Mas antes que a rapper falasse qualquer coisa, Fátima Bernardes fez um comentário sobre a passagem de Karol Conká pelo "BBB 21".
Publicidade
"A gente tem muito o que conversar. Primeiro: quero dizer que sempre fui admiradora do seu trabalho, da sua carreira, não gostei do jogo que você fez, mas eu preciso dizer que sou veementemente contra os ataques e ameaças que você e sua família receberam após sua participação no reality show. Deveria ter acabado ali no programa. Não que seus atos no jogo não tenham sido legais, mas as ameaças não é brincadeira", iniciou a apresentadora.
Após isso, Karol Conká falou sobre os bastidores do projeto. "Me senti aflita na gravação, o documentário não fala só da minha carreira, ele fala sobre o meu comportamento no reality... Mas eu me senti aliviada de ter feito. Não estou minimizando o que fiz, nem negando minhas atitudes, estou correndo atrás dos meus erros", disse.
Publicidade
"Não fiquei surpresa com a minha saída, nem com o alto índice de rejeição, dentro da casa, apesar do distúrbio comportamental, eu tinha momentos de lucidez, então reparava que não estava sendo legal. Então eu comecei a passar muito mal com esse sentimento, com esse remorso", continuou a rapper.
"Eu não consigo fazer piada com isso, eu não consigo ter forças para me defender, mas existe, sim, uma explicação por trás dos meus atos. Isso não apaga meus erros, mas estou lidando com eles, me reconhecendo em algumas cenas, me surpreendendo com outras. Isso tem me ajudado muito a me descobrir mais", acrescentou.
Publicidade
"Eu passei muito tempo virando as costas para minha saúde mental.  Existem mágoas que a gente carrega, todo mundo tem sombras e a minha sombra foi exposta no maior reality do Brasil. O fato do meu pai é algo que me machuca muito e eu passei muito tempo sem falar disso. Eu tenho problemas seríssimos com ansiedade e agora eu preciso entender, estou nesse processo. Ainda preciso de mais tempo para absorver essas amarras", disse Karol, relembrando de como o alcoolismo do pai a afetou.
Relação com Lucas
Publicidade
Questionada sobre Lucas Penteado, seu principal alvo dentro do "BBB 21", Karol conta que o rapaz lhe despertou gatilhos. "Mexia muito comigo, eu tinha uma relação legal com ele apesar das minhas atitudes, sempre tive admiração, mas acabou que algumas atitudes dele levantou essa coleira que estava na minha alma, mas ele não tem nada a ver com meus programas. Eu me senti muito machucada, o certo seria falar com a psicóloga, mas eu acabei explodindo", dissertou ela. 
"Quando vi as cenas fiquei enojada e envergonhada, acabou que eu me autossabotei, mas estou entendendo isso como um convite para eu me tornar uma pessoa mais equilibrada, eu já fui muito machucada e a maneira que encontrei de me defender foi machucando também", seguiu a cantora. 
Publicidade
Por fim, ao falar sobre o futuro, Karol Conká contou que já gravou 12 novas músicas. "Em duas semanas eu fiz 12 músicas, eu fiquei no meu estúdio e foi uma terapia. Foi a hora que parei de me sentir um lixo. A música salva, eu consegui cantar sobre minhas angústias e tem momentos dessa semana que eu consegui sorrir, mas eu passo a maior parte do meu tempo triste. Eu quis pegar o ódio dentro de mim, para transformar em música", encerrou ela, que ainda cantou duas músicas durante o programa.