José Luiz DatenaReprodução/Band

Por O Dia
Rio - Sem citar nomes, José Luiz Datena criticou o enfrentamento à pandemia nesta terça-feira, no "Brasil Urgente", da Band. O apresentador se emocionou ao citar o filho, José Luiz Datena Júnior, que está internado em decorrência de complicações da covid-19 no Hospital Sírio-Libanês, e pedir mais investimentos no SUS.
Publicidade
"Meu coração com seis stents chega a doer. Gente que não pode ter a mesma assistência que meu filho está tendo agora. 'Ah, mas o SUS é muito bom'. Seria melhor ainda se tempos atrás tivessem investido no SUS. Antes da pandemia a gente falava de falta de leitos no SUS, de gente morrendo porque não tinha médico nem enfermeiro", reiterou, sem citar o nome do presidente Jair Bolsonaro.
O apresentador fez o desabafo quanto ao estado de saúde do seu filho logo depois de noticiar a morte de 767 pessoas em São Paulo em apenas 24 horas.
Publicidade
"Eu tenho o meu filho sendo bem assistido. Espero que Deus e os médicos salvem o meu filho. Em nome desses 17 milhões que estão esperando uma chance de sobreviver, dos quase 500 mil mortos no Brasil, acho que a maioria desses políticos não passam de babacas, não passam de vigaristas. É isso que eu acho", encerrou o apresentador.