Confira indicações de livros de terror para entrar no clima do Halloween

Por TÁBATA UCHÔA

Cena do filme 'O Exorcista'
Cena do filme 'O Exorcista' -
Rio - Nesta quinta-feira, dia 31 de outubro, é comemorado o Halloween. Como a gente adora uma boa história de terror, indicamos alguns livros pra quem quiser entrar no clima do Dia das Bruxas. Na lista abaixo tem possessão, fantasmas, o anticristo, horror japonês, a crueldade humana e muito mais. Confira:
O Exorcista, de William Peter Blatty - Em O Exorcista, a jovem Regan, de 11 anos, começa a ter um comportamento estranho após brincar com uma tábua ouija. Sua mãe, uma jovem atriz, fica desesperada e a leva a todos os médicos possíveis mas não vê nenhuma melhora. Ela, então, recorre ao padre Damian Karras, que tem posto sua fé em xeque após a morte da mãe. Por isso, ele se recusa a acreditar que Regan precise realmente de um exorcismo e tenta encontrar outras respostas para o que acontece com ela. O livro mostra um embate entre ciência e religião e o leitor se pergunta o tempo todo se Regan está realmente possuída por um espírito maligno ou se há uma explicação científica para o que está acontecendo com ela. 
O Bebê de Rosemary, de Ira Levin - Em O Bebê de Rosemary, um jovem casal se muda para um dos endereços mais disputados de Nova York. O prédio tem a reputação de ter sido o local de alguns acidentes macabros. Ainda assim, Guy e Rosemary estão felizes da vida. Em seu novo prédio, eles conhecem um casal de idosos bem estranho, que acaba conseguindo se infiltrar cada vez mais na vida deles. Quando Rosemary engravida — de uma forma beeeeeem estraha, diga-se de passagem — o casal de idosos se mostra ainda mais ativo na vida de Rosemary, que vai definhando conforme a gestação vai avançando.
Frankenstein, de Mary Shelley - Frankenstein é muito mais que um livro de terror. É um livro sobre vingança e sobre como o ódio pode ser destrutivo. Quando o dr. Victor Frankenstein se dá conta do monstro que criou a partir de partes de cadáveres, ele fica apavorado e deixa a criatura abandonada. Depois de muito sofrer, o monstro resolve se vingar, deixando um rastro de sangue por onde passa.  
O Vilarejo, de Raphael Montes - Em O Vilarejo, o leitor encontra sete contos. Todos eles correspondem a um pecado capital e cada um tem o nome de um demônio. Apesar de se passarem no mesmo vilarejo, os contos podem ser lidos de forma independente. Todos eles retratam como o ser humano pode ser cruel. Impossível não se surpreender com o horror e a frieza das histórias.
A Noiva Fantasma, de Yang Sze Choo - A Noiva Fantasma se passa na Malásia, em 1893, em uma época em que as mulheres dependiam de um casamento para serem consideradas bem sucedidas e em que ainda existiam as "noivas fantasmas". A jovem Li Lan foi criada para ter um bom futuro, recebeu educação e cultura. Mas depois que seu pai perde tudo, ela fica sem perspectiva de vida e recebe a proposta de se tornar uma noiva fantasma. Para isso, ela terá que casar com o herdeiro de uma família rica. O problema é que o rapaz já morreu. O livro tem previsão de ser adaptado para TV pela Netflix.
Fragmentos do Horror, de Junji Ito - Fragmentos do Horror é um mangá, que são as histórias em quadrinhos japonesas. Neste livro, o leitor encontra contos bem bizarros e cada um é mais estranho que o outro. São histórias sobrenaturais, que beiram o escatológico. É preciso ter estômago para ler Fragmentos do Horror, mas você não vai se arrepender.

Comentários