Baseada em livro de Celeste Ng, série ‘Little Fires Everywhere’ aposta na questão racial

Confira algumas diferenças entre livro e série

Por TÁBATA UCHÔA

Cenas da série 'Little Fires Everywhere'
Cenas da série 'Little Fires Everywhere' -
Rio - Pouca gente sabe, mas a série “Little Fires Everywhere”, parceria de Reese Whiterspoon e Kerry Washington, é baseada no livro “Pequenos Incêndios Por Toda Parte”, da autora Celeste Ng, que saiu no Brasil pela editora Intrínseca em 2018. A obra, inclusive, ganhou uma nova edição com capa inspirada na série.

Galeria de Fotos

Livro 'Pequenos Incêndios por Toda Parte' ganhou nova edição com sobrecapa inspirada na série Divulgação
Cenas da série 'Little Fires Everywhere' Divulgação
Cenas da série 'Little Fires Everywhere' Divulgação
Cenas da série 'Little Fires Everywhere' Divulgação
Cenas da série 'Little Fires Everywhere' Divulgação


Mãe solteira e artista determinada, Mia leva uma vida nômade com sua filha, Pearl. A adolescente parece acostumada às mudanças constantes, mas logo se vê fascinada pela casa, pelas roupas e pelo comportamento dos filhos de Elena Richardson, dos quais se torna amiga. As famílias se aproximam, ainda que paire no ar certa desconfiança.

Como sempre acontece em adaptações, livro e série têm algumas diferenças. Uma das mais gritantes - e que foi um excelente acerto - é a questão racial. No livro, a autora não descreve em momento nenhum a cor da pele das personagens Mia (Kerry Washington) e Pearl (Lexi Underwood). Não é um fator relevante no livro, apesar de Celeste Ng já ter dito em entrevistas que pensou nas personagens como sendo brancas, já que é este seu lugar de fala.

Na série, no entanto, logo no primeiro episódio, vemos uma viatura da polícia se aproximar do carro de Mia e a personagem pedir para a filha deixar sempre as mãos à vista, em uma clara crítica à violência policial contra negros. A experiência de ver o distanciamento que Mia e Pearl sentem dos outros moradores de Shaker Heights consegue ficar ainda mais pesada na série com a adição da questão racial e não apenas social.


No livro, um dos temas mais marcantes é a relação entre Elena Richardson (Reese whiterspoon), que é irritantemente certinha, e sua filha, a rebelde Izzy. A diferença na criação de Pearl e dos filhos de Elena também é outro ponto muito abordado, tanto na TV quanto no livro.

Já sexualidade de Izzy (Megan Stott) é outro ponto que não é abordado no livro e que foi levado para as telinhas, tornando a personagem ainda mais complexa. Na série, a personagem sofre bullying no colégio por ter beijado sua melhor amiga, o que não existe no livro.

São tantos assuntos importantes que só resta dizer que tanto livro quanto série são duas ótimas e diferentes experiências, que se complementam. Vale muito a pena conhecer a história narrada por Celeste Ng no livro “Pequenos Incêndios Por Toda Parte” e assistir à série produzida por Reese Whiterspoon e Kerry Washington. 

Comentários