Joe Biden - Beowulf Sheehan / Divulgação
Joe BidenBeowulf Sheehan / Divulgação
Por O Dia
Publicado 07/11/2020 15:01 | Atualizado 07/11/2020 15:18
Rio - No livro "Promessa de Pai", que chegou ao Brasil pela Intrínseca, Joe Biden, eleito presidente dos Estados Unidos neste sábado, revela um grave drama familiar e conta também bastidores de seu último ano como vice-presidente no governo Barack Obama, em 2015. 
Publicidade
Em 2014, na já tradicional viagem para celebrar o Dia de Ação de Graças que Joe Biden e sua mulher, Jill, costumavam fazer, veio a notícia: Beau, filho mais velho do casal, foi diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, e sua sobrevivência já não era mais uma certeza. “Me prometa, papai. Me dê sua palavra que, não importa o que acontecer, você vai ficar bem”, foi o apelo do filho. Joe Biden lhe deu sua palavra.
A narrativa em primeira pessoa tem início justamente na mesma data de confraternização, 15 meses após o início da luta de Beau. Em 2015, Biden lidou com crises na Ucrânia, na América Central e no Iraque. Naqueles 12 meses em que Beau travou até o fim a luta pela vida, Biden dividiu-se entre seus deveres com o país e suas responsabilidades como pai e marido.