Ally Camargo - Divulgação
Ally CamargoDivulgação
Por O Dia
O verão é a estação na qual as pessoas mais ficam expostas ao sol, correndo riscos de ter doenças graves e também sofrer alguma desidratação. A influenciadora Ally Camargo dá dicas diárias do que fazer para se cuidar.

Vitamina C

"A vitamina C é essencial para passarmos embaixo dos olhos e evitar aquelas bolsas indesejadas, que nós mulheres não gostamos e também as famosas olheiras", afirma.

Protetor Solar

"Não importa o tipo da sua pele ou se o tempo está nublado. Não deixe de usar protetor solar. No meu caso, por exemplo, eu tenho a pele muito oleosa, então no rosto eu uso protetor solar com aspecto em gel, pois ele controla e reduz o brilho. Já no corpo eu uso protetor solar com tirosina e cafeína que são ativos que favorecem o bronzeado. Afinal, quem não gosta de estar com o bronzeado lindo no verão?", questiona.

Cuidados com os fios capilares

"Óbvio que os produtos para os cabelos não podem faltar. Não sei vocês, mas sempre que vou à praia eu sinto que meu cabelo fica mais sensível, por isso eu uso a proteína capilar. O creme proteína capilar é um 'leave in' hidratante que protege os cabelos, criando um filme protetor contra qualquer tipo de dano, sejam aqueles causados por tratamentos químicos ou agressões do meio ambiente", diz.

Já a dermatologista Christie Viviane alertou sobre os cuidados com exposição ao sol. "Essa exposição requer cuidados, porque o sol  emite raios ultravioletas UVA e UVB, que são os responsáveis pelos danos causados na pele como, por exemplo, o câncer e o envelhecimento cutâneo, tornando-a flácida e opaca, e favorecendo o aparecimento das linhas, rugas e manchas solares", afirma.
Para garantir uma pele saudável por muito tempo, é preciso saber o que fazer para proteger, sobretudo estando na praia, na piscina ou durante as atividades ao ar livre. "Usar filtro com fator de aplicação solar (FPS) de no mínimo 30, lembrando-se de reaplicar o produto a cada duas horas ou em caso de transpiração excessiva ou de mergulhos prolongados, e não se expor ao sol entre 10h e 16h são medidas obrigatórias", revela a Dra.

Ainda de acordo com Christie Viviane, a forma correta do uso também é fundamental. "A primeira aplicação do produto deve ser feita com no mínimo 15 minutos antes da exposição, de preferência sem roupa ou com a menor quantidade possível. Outras medidas de precaução são o uso de chapéu com abas, boné, viseira e óculos escuros. Ficar a maior parte do tempo sob uma barraca de tecido de cor clara, que reflete os raios solares, é importante para minimizar a exposição", diz.

A dermatologista diz ainda que não indica aos pacientes o bronzeamento com exposição solar por longos períodos. "Gera envelhecimento e aumenta o risco de desenvolver câncer de pele no futuro. Sendo assim, o bronzeamento artificial com pigmentos é a melhor opção para evitar se expor a qualquer tipo de radiação solar e continuar bronzeado", alerta.

Ela ainda revela o tipo de bronzeamento mais adequado para o corpo. "O bronzeamento make cor de praia apresenta uma substância segura, não tóxica e sem risco de efeitos colaterais (salvo se houver alergia) chamada DHA (di-hidroxiacetona), que, ao ser aplicado na pele, reage com as células, gerando a cor. Esse é o método mais seguro para quem quer ter um bronzeamento lindo e ficar livre dos malefícios do sol", conta.