Como evitar o ressecamento das mãos

Em tempos de pandemia, os hábitos de higiene aumentaram, deixando a pele descamada. Dermatologista ensina como fazer a hidratação

Por IG Delas

Com lavagens frequentes, as mãos ressecam
Com lavagens frequentes, as mãos ressecam -

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o hábito de lavar as mãos e usar álcool em gel ficou mais intenso. Isoladas em casa, muitas pessoas estão lavando mais louça e usando mais produtos de limpeza também. A pele pode acabar sentindo os reflexos disso, com mãos ressecadas e descascando.

A dermatologista Gina Matzenbacher afirma que, apesar de pensarem que o problema para as mãos ressecadas ser o sabão, a questão é a água. "É ela quem mais resseca a pele das mãos, que não têm glândulas sebáceas", explica a dermatologista.

Segundo Gina, as regiões mais sensíveis são as palmas, as cutículas e unhas. "Na palma da mão, temos a última camada da pele, que é a região do estrato córneo. Com as lavagens frequentes, vamos perdendo essa camada mais grossa, o que provoca mais descamação e ressecamento ", afirma a dermatologista.

Outro problema é a descamação entre os dedos. Porém, segundo Gina, isso não está relacionado ao ressecamento. O problema acontece porque muitos não secam as mãos da forma adequada depois de lavá-las. A região entre os dedos fica úmida, e isso pode levar à descamação.

Cremes hidratantes ajudam

Durante a pandemia, o melhor remédio para a descamação e o ressecamento é a hidratação. Sem esquecer cutículas e unhas, Gina recomenda fazer uma massagem potente com hidratantes, que, segundo ela, quanto mais grosso, melhor o efeito. "Cremes vendidos em farmácias tendem a ter um resultado bem melhor e, financeiramente, são mais econômicos do que as receitas caseiras", diz a médica.

Para quem consegue se manter em casa, a sugestão é dar preferência ao sabonete e deixar um pouco de lado o álcool gel. Ainda assim, saiba que a pele ficará mais ressecada. "Todos os sabonetes tendem a causar o ressecamento se usados com muita frequência. Os de PH neutro também", diz Gina.

"Os que menos ressecam são os de tecnologia syndet, que não produzem espuma. Mas, neste momento de pandemia, não são os mais adequados", afirma a dermatologista. Sabendo disso, volte à dica anterior e aposte na hidratação!

Cuidado também na cozinha. "Alguns alimentos são potencialmente irritantes, como o alho e a cebola, e picá-los com mais frequência pode acarretar o que chamamos de dermatite da dona de casa. Então, se a mão já estiver com dermatite, possivelmente vai precisar de tratamento com anti-inflamatório", diz a dermatologista. Entretanto, antes de qualquer medicamento é indicado procurar um dermatologista.

Galeria de Fotos

Com lavagens frequentes, as mãos ressecam Shutterstock
Para evitar o ressecamento, é fundamental usar hidratantes após lavar as mãos ou usar álcool em gel Pexels

Comentários