Crossfit: uma alternativa para fugir dos exercícios tradicionais

Novo estilo de atividade física ganha cada vez mais adeptos

Por O Dia

Com a chegada do verão, o crossfit pode ser uma alternativa interessante para aqueles que não gostam de exercícios tradicionais
Com a chegada do verão, o crossfit pode ser uma alternativa interessante para aqueles que não gostam de exercícios tradicionais -
Qual mulher não acha que precisa perder pelo menos três quilos? Mas a vida anda tão agitada que mal sobra tempo, as academias ficam lotadas nessa época do ano e a preguiça pode ganhar quando decidimos fazer uma caminhada. O que fazer então para ficar em forma no verão?

Para todos esses empecilhos, surgiu uma nova modalidade de treinamento que, em apenas uma hora, garante exercícios de musculação, alongamento e cardiorrespiratório de uma só vez, melhorando o condicionamento físico por completo: o crossfit. A personal Fabiana Sil explica como funciona.

“Geralmente, reunimos um pequeno grupo de alunos por horário e passamos atividades funcionais de que aliam força, resistência cardiovascular e respiratória, equilíbrio, agilidade e flexibilidade. Com isso, a perda de peso e desenvolvimento muscular vêm rápido, além da socialização que promove entre os integrantes de cada turma”, aponta os benefícios.

Embora possa parecer complexo, os aparelhos e objetos usados num treino de crossfit são básicos, como cordas, bola, pneus, elásticos ciclismo, corrida, agachamentos ou remo, e exercícios feitos com o peso do próprio corpo do aluno. O professor acompanha e orienta todo o processo. Com tantas vantagens, a mulherada vem aderindo à moda do crossfit.

“Faço crossfit desde abril e os resultados são notórios, e começaram a aparecer a partir do segundo mês. Perdi 5kg e me sinto muito mais disposta. Acho que o crossfit mexe muito a nossa cabeça também, faz você se sentir mais confiante para vencer o desafio de um exercício difícil. E com o corpo em forma, a autoestima melhora também. Fora os amigos que fiz e adoro!”, conta Raissa Gomes, de 28 anos.

E aí, se interessou? De fato, quem começa a fazer crossfit parece não querer largar. Por que não tenta uma aula experimental e vê o que acha? Claro que o primeiro dia é mais puxado, principalmente pra quem não costuma fazer atividades, mas depois fica mais fácil. A personal Fabiana Sil faz mais um alerta importante.

“Por ser um exercício de alta intensidade, é fundamental consultar um médico antes de começar as aulas. E professores qualificados e credenciados serão igualmente importantes durante o treino para garantir a execução correta dos exercícios e prevenir lesões. Procure avaliar também a infraestrutura do box da aula e as condições dos aparelhos antes de confirmar sua matrícula”, ressalta.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários