Duque de Caxias certifica profissional para captação de córnea - Divulgação
Duque de Caxias certifica profissional para captação de córneaDivulgação
Por O Dia
Duque de Caxias - A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de Duque de Caxias realizou, no auditório do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC), a cerimônia de certificação do primeiro profissional formado pelo Curso de Captação de Córneas, para que o mesmo possa atuar não só no município, mas em todo o Estado. O enfermeiro Johnny Ribeiro dos Santos já atua na equipe CIHDOTT (Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante), instalada no hospital municipal desde 2015.
Duque de Caxias certifica profissional para captação de córnea - Divulgação
Durante a cerimônia, o Secretário de Saúde, Dr. José Carlos de Oliveira, destacou a importância da instalação da CIHDOTT e agradeceu a dedicação dos profissionais ao projeto.
Publicidade
“Vivemos um momento de grande importância para a saúde de Duque de Caxias e todos vocês são responsáveis por isso. Ao entregarmos esse certificado ao nosso querido enfermeiro Johnny Ribeiro, estamos reafirmando o cuidado deste governo com a saúde e reconhecendo o trabalho da equipe do CIHDOTT. Hoje, o município se destaca como um dos maiores captadores de córneas do estado. Muito em breve, o Hospital do Olho vai ser referência em cirurgias de Transplante de Córnea, trazendo de volta a visão para milhares de pessoas", afirmou o secretário.
Também participaram da cerimônia: o subsecretário de Saúde, Sérgio Luis de Oliveira Guedes, da diretora do HMMRC, Dra Célia Serrano, da assessora técnica da Secretaria Municipal de Saúde, Dra Patrícia Neves, da coordenadora do Banco de Olhos de Volta Redonda, Michele Antoniol, da enfermeira Elisângela Luiza da Silva Campos, coordenadora do CIHDOTT, além de outros profissionais e convidados.
Publicidade
Duque de Caxias certifica profissional para captação de córnea - Divulgação
Captação de Córnea
Publicidade
O Curso de Captação de Córneas é um projeto pioneiro desenvolvido pelo Banco de Olhos de Volta Redonda, responsável pela captação de tecido ocular em 34 municípios do Estado, incluindo a cidade de Duque de
Caxias. Os municípios sob sua abrangência são responsáveis por cerca de 40% dos procedimentos realizados no Rio de Janeiro. Através do convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de Duque de Caxias e o Banco de Olhos de Volta Redonda, estão sendo treinados para receber a certificação mais três profissionais - duas enfermeiras e uma técnica de enfermagem - que já atuam junto à equipe do CIHDOTT.

O processo de formação da Comissão teve início em Duque de Caxias no ano de 2015. Em 2017, o HMMRC recebeu a habilitação CIHDOTT, com a finalidade de organizar, no âmbito da instituição, rotinas e protocolos
que possibilitem o processo de doação de órgãos e tecidos para transplantes. Em 2019, o município foi habilitado a realizar cirurgias de Transplante de Córnea, tendo como unidade de referência o Hospital do
Olho Julio Cândido de Brito, especializado em oftalmologia.

Um dos incentivadores da implantação da CIHDOTT, o subsecretário municipal de Saúde, Sérgio Luis Guedes, informou que o próximo passo é transformar o município no Centro de Captação de Órgãos da Baixada Fluminense:
“Hoje, o município é ligado ao Banco de Olhos de Volta Redonda, mas a nossa meta é fazer de Caxias a cidade responsável pela captação de toda a região, por morte encefálica ou pelo procedimento a partir do coração parado”, disse Sérgio Luis. 
Publicidade