Rio de Janeiro 25/05/2020 - Covid-19 - Obras no hospital de campanha de Duque de Caxias. Foto: Luciano Belford/Agencia O Dia - Luciano Belford/Agência O Dia
Rio de Janeiro 25/05/2020 - Covid-19 - Obras no hospital de campanha de Duque de Caxias. Foto: Luciano Belford/Agencia O DiaLuciano Belford/Agência O Dia
Por O Dia
Duque de Caxias - Em meio a investigações sobre contratos irregularidades na área da Saúde, que colocaram em dúvida a abertura dos hospitais de campanha, tanto a Secretaria estadual de Saúde quanto o instituto Iabas confirmaram nesta quarta-feira, 27, a inauguração do hospital de campanha de Duque de Caxias para a próxima segunda-feira, 1. A previsão é de que o local tenha 200 leitos, sendo 60 de UTI.
O hospital de campanha fica ao lado do Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna. De acordo com informações do próprio governo estadual, a unidade tem custo estimado de R$ 119 milhões. A previsão inicial de inauguração era no dia 30 de abril. 
Publicidade
O Iabas chegou a alegar que o terreno cedido para a instalação o hospital sofria com frequentes alagamentos. Com isso, foi preciso incorporar ao projeto a implantação de uma rede de drenagem para captação de águas pluviais, ralos e limpeza na rede onde seria feito o deságue, além de obras de terraplenagem. 
Hospital São José
Publicidade
A Prefeitura de Duque de Caxias inaugurou no início de maio o novo Hospital municipal São José. O investimento total para a reforma do espaço foi de R$ 43 milhões, oriundos de recursos e verbas dos governos municipal, estadual e federal, além de emendas parlamentares. O local conta com 128 leitos preparados para CTI. Além de salas de cirurgia, tomógrafo, farmácia, laboratório para exames, quartos individuais e duplos, além do Centro de Terapia Intensiva. A unidade recebe pacientes com necessidade de ventilação mecânica, exclusivamente pelo Sistema de Regulação Estadual.