Fundec realiza videoaulas para alunos do polo inclusão e trabalho - Divulgação
Fundec realiza videoaulas para alunos do polo inclusão e trabalhoDivulgação
Por O Dia
Duque de Caxias - A pandemia mudou o jeito de assistir aulas. A Fundec vem promovendo, desde o mês de maio, uma série de videoaulas para os alunos do Polo de Inclusão e Trabalho, cujo objetivo é manter os alunos do Centro de Ensino em atividade a fim de amenizar os impactos causados pelo afastamento das aulas presenciais. Os vídeos, que já tiveram mais de 30 mil acessos desde a primeira aula, são publicados às terças e quintas-feiras, às 9h, no Instagram e no Facebook da Fundação (@Fundec25).

A professora Cristiane Raposo disse que a produção e divulgação das videoaulas diminuiu a distância entre o corpo docente do Centro de Ensino e os alunos do Polo, além de ter melhorado a relação deles com seus familiares.
Fundec realiza videoaulas para alunos do polo inclusão e trabalho - Divulgação
Publicidade
“Alguns responsáveis já entraram em contato comigo e me disseram que os conteúdos têm ajudado muito para a melhor convivência e o comportamento deles em casa. Um outro fator importante é a manutenção do contato direto com eles, por meio de mensagens ou chamadas de vídeo”, completou a professora.

Para os professores, a resposta dos alunos aos conteúdos audiovisuais é imediata:
“Os pais enviam vídeos para gente dos alunos reproduzindo os exercícios aplicados nas videoaulas. Esse retorno comprova os benefícios que o projeto trouxe para vida dessas pessoas”, complementou o professor Sílvio Gomes.

Para o presidente da Fundação, professor Joilson Cardoso, a tecnologia trabalha em conjunto com o ensino levando educação às mais variadas pessoas, através da Internet.
Publicidade
“Atendemos anualmente a 1.200 alunos no Polo de Inclusão e Trabalho. Ou seja, além desses alunos, a publicação nas redes sociais ajuda a alcançarmos outras pessoas, uma vez que a divulgação desses conteúdos nas mídias torna o acesso aos materiais ilimitado”, reiterou o presidente.