Inflação recua e fica abaixo de 9% pela 1ª vez no ano

Preços de alimentos continuaram bastante pressionados por efeitos do clima e oferta

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que verifica a inflação oficial do país, desacelerou em junho e ficou abaixo do patamar de 9% em 12 meses pela primeira vez em um ano. O movimento foi por conta de maior alívio nos preços administrados. Por outro lado, os preços de alimentos continuaram bastante pressionados por efeitos do clima e oferta.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA subiu 0,35% em junho, depois de ter avançado 0,78% em maio. Esse é o menor resultado mensal desde agosto do ano passado (0,22%) e a

Em 12 meses até junho, o indicador acumulou alta de 8,84%, após 9,32% até maio, menor resultado desde maio do ano passado (8,47%) e a primeira vez que o IPCA em 12 meses fica abaixo de 9% desde junho de 2015 (8,89%). O resultado continua superando o teto da meta do governo para este ano, de 4,5%.

Os preços no grupo Alimentação e Bebidas desacelerou a alta em junho a 0,71%, sobre 0,78% no mês anterior, mas ainda teve o maior peso entre os grupos, respondendo por 0,18 pontos percentuais do índice.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia