Mais Lidas

Lojas e shoppings fazem saldão de Natal com descontos de até 70%

Redes do varejo liquidam a partir de hoje. Centros comerciais lançam promoções no fim de semana

Por thiago.antunes

Rio - O ano começou e trouxe com ele o esperado “Saldão de Natal” — época em que vários setores do varejo aproveitam para fazer o famoso “bota fora” dos produtos excedentes do estoque natalino. Este ano os descontos vão chegar a 70%. E a partir de hoje, Casas Bahia e Ponto Frio abrem a semana de promoções com Smartphone Alcatell por R$ 279 e batedeira Arno a R$ 299.

Já o Hipermercado Extra começa hoje e vai até domingo com liquidações nos setores de bazar, têxtil e eletro. O cliente poderá comprar panelas antiaderentes Panelux, jarra Finlandek Rubi 1,78 litros ou assadeira/lasanheira retangular de 3 litros por R$ 19,99 cada.

No Américas Shopping, Center Shopping, West Shopping e Via Brasil, o saldão começa na quinta-feira e se estende por todo o fim de semana. Já nos outros centros comerciais começam na sexta-feira.

São mais de dez shoppings que participam da onda de descontos: Américas Shopping, Center Shopping Rio, West Shopping, Via Brasil Shopping, Carioca Shopping, Caxias Shopping, Shopping Grande Rio, Passeio Shopping, Santa Cruz Shopping, Pátio Alcântara, São Gonçalo Shopping, Boulevard Shopping, Madureira Shopping e ParkShopping.

Confira as ofertasDivulgação

“Essa é a hora para quem não foi às compras no fim de ano ou que comprou, mas querem renovar o guarda roupa ou presentear gastando menos”, diz Cristiane Moreira, coordenadora de Marketing Corporativo da AD Shopping.

No Carioca Shopping, por exemplo, o preço da sandália rasteirinha da loja Sapatella foi de R$ 59,90 para R$29,90. Já na loja Thidel, a camisa polo foi de R$ 102,90 por R$69,90. Enquanto no Caxias Shopping, o preço da Calça Brown Azul caiu de R$ 129,99 para R$ 29,99. Na loja Le Postiche tem mochilas Juvenis de R$ 79,99 para R$59,99.

O objetivo principal da ação é facilitar a compra dos presentes que ficaram pendentes no Natal e também pelo fato que os lojistas não conseguiram vender no fim de ano. O professor de Economia Gilberto Braga alerta: “Os descontos são expressivos.

No entanto, é preciso ter cuidado para não deixar a empolgação tomar conta e sair comprando apenas porque está com preço baixo. É importante analisar se realmente precisa do produto”.

Reportagem da estagiária Laila Ferreira

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia