Mais Lidas

Escolas ficam mais caras até 7%

Pais de alunos de estabelecimentos particulares já recebem boletos para matrícula com reajuste

Por thiago.antunes

Rio - Os pais de alunos de escolas particulares precisam se preparar para o aumento da mensalidade anual de 2018. Para isso, eles devem organizar o orçamento doméstico, pois o acréscimo deve ficar em torno de 7%, bem acima da inflação de 2,46% registrados pelo IPCA, nos 12 meses terminados em agosto.

Flávia evitará atividades de lazer por conta do reajuste escolarDivulgação

De acordo com a Federação Nacional das Escolas Particulares, as escolas levam em conta a planilha de custo dos colégios do ano seguinte para reajustar os valores das mensalidades.

Dentro desse planejamento, o dissídio dos professores, investimentos em infraestrutura e melhoria da instituição são pontos necessários para estabelecer o acréscimo, argumenta a entidade.

"Os pais precisam buscar a escola que mais se aproxime da sua situação financeira. Eles devem marcar uma reunião com o diretor, explicar e encontrar alternativas como uma bolsa, desconto, uma isenção da matrícula ou mesmo uma condição especial para pagar as mensalidades. Além disso, é importante economizar com despesas em excesso, pois a realidade inflacionária faz encarecer a escolas. Também deve ter aumento das vans escolares", explica o especialista em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros e do canal Dinheiro à Vista.

A designer gráfica Flávia Beiral, 44 anos, tem dois filhos em escola particular. Ela recebeu o contrato para o ano que vem com os novos valores da mensalidade da filha, que tem 3 anos. Houve acréscimo entre 5% e 6%. "Até agora chegou o reajuste da creche da minha filha. O que acontece é que a cada ano com o aumento do preço, a qualidade de vida vai diminuindo. A gente abre mão de atividades de lazer, pois a Educação dos nossos filhos deve vir em primeiro lugar", afirma.

A roteirista de televisão Izaura Teixeira Barbosa, 50,recebeu o contrato com o reajuste de 7% da escola do filho, que cursará o Ensino Médio."Recebi a programação com os novos valores. A matrícula, por exemplo, deve ser feita dia 28 deste mês e pagando à vista sai com desconto. Evitamos gastar com uniforme, que comprávamos todo ano, e já fizemos pacote de desconto semestral que dá 12%", diz.

Cuidados para renovação

O Procon Carioca preparou dicas para quem renovará matrícula. Segundo o órgão, os estabelecimentos devem divulgar, até, no máximo, 45 dias antes da data final para matrícula, a proposta de contrato com o reajuste, o valor da anuidade ou semestralidade, além do número de vagas por sala de aula.

Os valores devem ser apresentados integralmente, ou seja, o final da anuidade ou da semestralidade será dividido em 12 ou seis parcelas mensais. Além disso, a escola pode oferecer planos alternativos, desde que não excedam ao valor anual ou semestral.

A escola não pode obrigar os pais a comprar em estabelecimentos comerciais determinados ou produtos de marcas específicas.

Reportagem da estagiária Marina Cardoso, sob supervisão de Max Leone

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia