Por

Um grupo de trabalho será formado por representantes das universidades estaduais e da Secretaria de Ciência e Tecnologia para definir a forma de repasse dos duodécimos às instituições. Esse foi um dos resultados da audiência realizada ontem, pela Comissão de Educação da Alerj, para discutir o tema.

A reunião foi agendada diante das reclamações de reitores de que o estado não está cumprindo com o repasse de 25% do orçamento das universidades.

Presidente da comissão, Comte Bittencourt (PPS) propôs que seja publicada portaria para normatizar a emenda. "O texto não especifica que o repasse é destinado só ao custeio. O estado aproveita essa brecha para utilizar parte dos 25% com o pagamento de pessoal, e problemas de infrainstrutura não são sanados".

Você pode gostar
Comentários