- Daniel Castelo Branco
Daniel Castelo Branco
Por O Dia

Os aposentados que tiveram os benefícios suspensos devido à falta de prova de vida vão receber os atrasados assim que atualizarem seus dados.

"A prova é vida é feita pelo banco recebedor do crédito do benefício por meio de convênio. Entendo que a qualquer tempo, o segurado poderá se dirigir ao banco e fazer a prova de vida. Ou seja deve receber os atrasados não recebidos", alerta o advogado Herbert Alencar.

Cerca de 2,4 milhões de aposentados e pensionistas não tinham feito a prova de vida nos bancos, até meados de fevereiro de 2018, quando fechou a folha de pagamento de benefícios referente daquele mês. Estes segurados correm o risco de ficar sem pagamento. Somete no Estado do Rio, 304.577 ainda estavam com o recadastramento pendente.

Somente com os dados referentes à folha de março será possível saber quantos ficarão sem aposentadoria ou pensão. Caso não faça a comprovação, o benefício, em um primeiro momento é suspenso e, após 90 dias, cancelado, informou o INSS.

Os segurados podem procurar agência da Previdência com identidade com foto e o CPF, uma comprovante de residência no próprio nome, a carta de concessão do benefício cessado e/ou o documento que indique a data de cessação.

 

Você pode gostar
Comentários