Por

O Itaú garantiu que cortará os juros nas linhas de crédito para pessoas físicas e para micro e pequenas empresas. Segundo o banco, haverá redução no juro do cheque especial, para uma taxa a partir de 2,08% ao mês. Isso dá 28,2% ao ano (quatro vezes maior do que a Selic que está em 6,5% ao ano). Para micro e pequenas empresas, serão alteradas as taxas no cheque especial e capital de giro, mas não foram informados os percentuais.

O Bradesco informou que vai repassar esse último corte de 0,25 ponto percentual da taxa Selic, feita pelo BC, para as linhas de crédito de pessoas físicas e pessoas jurídicas.

No crédito consignado, por exemplo, a taxa vai de 1,26% ao mês a 2,08% ao mês. No cheque especial as taxas vão de 2,91% ao mês a 13,33% ao mês. Já no crédito pessoal, vai de 0,99% a 7,20%, ambas ao mês. E no financiamento de veículo a taxa mínima cobrada pelo Bradesco vai de 0,89% ao mês a 2,97% ao mês.

No Banco do Brasil as novas taxas já estão em vigor nas agências e demais canais de relacionamento do BB.

Para pessoas físicas, o destaque é a redução de 0,20 ponto percentual ao mês na linha de crédito parcelado no cartão de crédito. Já para pessoas jurídicas, a redução de juros alcança as linhas de capital de giro, desconto de títulos e de cheques, antecipação de crédito ao lojista e conta garantida.

Você pode gostar
Comentários