Alta de preços não afetará tradição de dar doces no Cosme e Damião

Levantamento do DIA mostra que é possível gastar apenas R$ 68 para encher 50 saquinhos

Por *EDDA RIBEIRO

A aposentada Alice mantém a tradição e não economiza nos doces
A aposentada Alice mantém a tradição e não economiza nos doces -

Rio - Mesmo em tempo de orçamento curto, é possível manter a tradição de dar doces no Dia de São Cosme e São Damião, na próxima quinta-feira, sem gastar muito. Quem gosta de ver a alegria da garotada ao receber as guloseimas deve aproveitar as ofertas das lojas do ramo. Apesar de aumento de até 15% em alguns preços, levantamento do DIA mostra que o consumidor pode montar 50 saquinhos com itens variados e gastar R$ 68 para agradar a criançada no dia 27.

A promoção dos 50 saquinhos é encontrada no Ufa Atacadão, na Taquara. Lá, o suspiro sai a R$5,99, a maria mole fica por R$ 12,99, a bananada açucarada por R$7,99 e o pirulito de coração - sabor morango - é vendido a R$3,49 - todos com 50 unidades no pacote.

Para completar, é preciso comprar dois pacotes de jujuba Docile saindo a R$8,99, cada com 30 unidades de tubo, e a bala mastigável sortida, que o cliente paga R$ 3,99 no pacote com 400g. Para finalizar, adicione a tradicional paçoca por R$11,99. O cliente paga mais R$3,99 no pacote de saquinhos de plástico, e tem até 50 kits com sete tipos de doce.

"Devido à crise, acredito que teremos mais ou menos 10% de baixa nas vendas em relação a 2017. Apostamos em promoções para o cliente não deixar de comprar e não parar a tradição. Têm muitos que vem aqui todo o ano", revela Julio Cesar Matos, sócio-proprietário do Ufa Atacadão .

Mais promoções

No Aidan Festas, no Centro, o item mais famoso é a pipoca de arroz, que está R$ 8,99 com 50 unidades. Há outras doçuras para a data, como o geleia sortida a R$ 16,99, o pingo de leite por R$ 12,99 e o doce de abóbora por R$17,99, todos com 50 unidades no pacote. Os clientes que comprarem acima de sete pacotes ganham 5% de desconto em pagamento à vista.

No Mercadão de Madureira, o Aki Doces aposta em itens tradicionais, como o pé de moleque, que sai a R$ 10,49, a bananada por R$5,99, a maria mole tamanho médio a R$ 10,49 e a pipoca doce custando R$ 7,99. Todos os itens são vendidos em caixas de 50 unidades.

Os devotos dos santos gêmeos também podem aproveitar os brinquedos para presentear a molecada. No Aidan Festas há carrinhos a partir de R$ 7,99, bonecas de R$ 5,99 e 'bola de leite' por R$ 12,99 (6 unidades).

A aposentada Alice Lemonge, 75, manterá a tradição familiar. "Minha mãe dava doces, e hoje ainda faço. Saio de carro no dia e vou distribuindo pela rua", conta. Ela ainda diz que a crise não fez o saquinho ficar menor. "Comprei a mesma quantidade de todo ano. As crianças merecem".

*Estagiária sob supervisão de Max Leone

Galeria de Fotos

A aposentada Alice mantém a tradição e não economiza nos doces DIVULGAÇÃO
Preparação do canteiro de obras no Museu Nacional, para os reparos estruturais do edifício Alexandre Brum / Agencia O Dia

Comentários

Últimas de Economia