Mais Lidas

Cesta básica carioca é uma das mais caras

O levantamento também mostra que o carioca gasta R$ 418,48 com alimentação básica

Por O Dia

Cesta básica teve alta em 18 capitais do país
Cesta básica teve alta em 18 capitais do país -

Rio - Apesar de pequena queda no valor, o consumidor carioca ainda paga uma das cestas básicas mais caras do país, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Dentre as dezoito cidades avaliadas, o Rio está em quarto lugar no ranking do grupo de alimentos com preços mais altos no mês setembro.

O levantamento também mostra que o carioca gasta R$ 418,48 com alimentação básica. Em relação a agosto, o mês de setembro teve pouca variação, reduzindo o valor em apenas 0,34%. Já na variação anual, o curso da cesta aumentou em 2%.

Os produtos que mais encareceram foram tomate, arroz, farinha de trigo, e consequentemente, o pão francês, em consequência da alta do dólar que encareceu o trigo. A batata, o açúcar e o leite tiveram queda de preço.

O Dieese revela que o gasto percentual do salário mínimo (R$ 954) para as compras é de 47,68%, ou seja, quase metade da renda. As demais cidades com a cesta mais cara são a de Florianópolis, custando R$ 435,47, seguida da cesta paulista a R$ 432,83 e a de Porto Alegre por R$ 423,01.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários