Secretaria promoverá força-tarefa para atender imigrantes e refugiados venezuelanos

Famílias vindas de Pacaraima (RR) receberão nesta quarta dicas para entrevistas de trabalho e encaminhamento para emprego

Por O Dia

Rio - A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda (SEDEGER), através do Sistema Nacional de Emprego (SINE), promoverá nesta quarta-feira uma força-tarefa para atender 20 famílias de imigrantes e refugiados venezuelanos vindos de Pacaraima – município no norte de Roraima e na fronteira com a Venezuela. A ação ocorrerá no Abrigo Aldeias Infantis SOS, no Itanhangá (na Rua Jardim do Seridó 200), na Zona Oeste do Rio, a partir das 9h.

A SEDEGER oferecerá aos venezuelanos o serviço de Intermediação de Mão de Obra, com cadastramento no SINE, garantindo acesso a vagas de emprego ofertadas e a ações de qualificação profissional promovidas pela própria secretaria. Também serão prestados encaminhamento para vagas, conforme perfil profissional, e orientações voltadas para o mercado de trabalho, como, por exemplo, elaborar currículos e ter comportamento positivo em entrevistas de emprego.

O atendimento a ser feito pela SEDEGER tem como objetivo integrar os refugiados e imigrantes venezuelanos no mercado de trabalho, cumprindo a última etapa – a quarta - do programa nacional de interiorização para inserção socioeconômica.

Na primeira etapa do programa, ainda em Pacaraima, é realizado o cadastramento dos refugiados e imigrantes ao cruzarem a fronteira com o Brasil, além da emissão de Registro Provisório pela Polícia Federal, CPF pela Receita Federal e Carteira de Trabalho e Previdência Social pelo Ministério do Trabalho. Na segunda etapa, é feito o deslocamento dos venezuelanos, custeado pela União, para os Estados que manifestam interesse em recebê-los, como o Rio de Janeiro. Na terceira etapa, os refugiados e imigrantes são recebidos em abrigos federais, estaduais, municipais e da sociedade civil.

Comentários