Consumidores da Light e da Enel vão pagar conta de luz mais cara

Reajustes das tarifas de energia elétrica passam a valer a partir da próxima sexta-feira

Por O Dia

Os clientes residencias da Light e da Enel, antiga Ampla, vão pagar mais caro pela conta de luz. A partir da próxima sexta-feira, os consumidores das duas concessionárias no estado terão reajuste de 11,45% e 9,72%, respectivamente, nas tarifas de energia elétrica. Os percentuais foram divulgados ontem pela Aneel.

A Light atua em 31 municípios do Estado do Rio e atende a mais de 10 milhões de pessoas. Já a Enel fornece energia a 3,1 milhões de unidades consumidoras em Niterói e outros 65 municípios, na Região dos Lagos e no Norte Fluminense.

De acordo com a Light, a partir de sexta-feira os clientes residenciais atendidos na baixa tensão terão aumento de 11,45% na tarifa, enquanto que os demais da baixa tensão (comerciais, Iluminação Pública e os que vivem em áreas rurais) vão arcar com aumento de 11,60%, 11,53% e 21,09%, respectivamente. Já para os clientes abastecidos em alta tensão (grandes indústrias, por exemplo), os percentuais médios vão variar entre 7,23%% e 12,33%.

A Light explicou que até 14 de março, os clientes serão cobrados pela tarifa antiga. Tendo como exemplo, em uma conta com medição de consumo até 20 de março, o consumidor observará que, até quinta-feira, o valor a pagar será correspondente ao da tarifa anterior e, nos 6 dias seguintes, à nova que foi corrigida.

As novas tarifas da Enel para consumidores conectados à alta tensão terão aumento de 9,65%, e para a baixa tensão, a alta será de 9,72%.

 

Comentários