Aposentado vai poder pedir revisão e recurso pela internet

Mudança entra em vigor na próxima segunda-feira. Especialistas fazem ressalvas

Por MARTHA IMENES

Renato Rodrigues Vieira, presidente do INSS: mais mudanças
Renato Rodrigues Vieira, presidente do INSS: mais mudanças -
Rio - Os aposentados e pensionistas do INSS que tiverem que entrar com pedido de revisão ou recurso no instituto, ou até mesmo cópia de processos, vão poder fazer esses serviços pela internet, no site Meu INSS. A partir de segunda-feira (13) os segurados que não concordarem com o valor do benefício ou com a decisão do INSS em relação a algum pedido será atendido à distância e somente irá ao posto se for necessário, informou o INSS. É importante ressaltar que para ter acesso ao Meu INSS é preciso criar login e senha.
A senha inicial para acesso ao Meu INSS pode ser obtida no próprio site/app, ou por meio do Internet Banking da rede credenciada (Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob, Sicredi). O telefone para tirar dúvidas é o 135.
"Estes serviços representam uma média de mais de 70 mil atendimentos presenciais por mês. Agora poderão ser realizados sem sair de casa, o que proporcionará mais conforto e economia ao cidadão que não precisará se deslocar até uma agência - inclusive em outras cidades - para acessar os serviços", informou a autarquia, em nota. A expectativa é de que no Rio pelo menos 8.049 pessoas deixem de ser atendidas pelo menos uma vez no posto, informou o INSS.
A medida, vista como um avanço pela autarquia, é criticada por especialistas, que veem a decisão de jogar esses serviços para o ambiente digital como "cerceamento de defesa" para o segurado. "Vai obrigar o segurado a contratar alguém para fazer esse tipo de serviço, pois muitos não têm acesso à internet e encontram dificuldade para preencher os formulários", adverte Guilherme Portanova, advogado da Federação das Associações de Aposentados do Estado do Rio de Janeiro (Faaperj).
Já Adriane Bramante, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), adverte que o INSS não pode tirar o atendimento presencial na agência. "Acredito que o que o INSS pretende é ampliar o rol de serviços para o segurado", avalia a advogada. Inclusive, acrescenta, há uma recomendação do Ministério Público de que a autarquia tem que ampliar o atendimento para atender a demanda.
De acordo com o presidente da autarquia, outras mudanças na forma de prestação dos serviços serão realizadas nos próximos dias. "Essas entregas apenas foram possíveis em razão de uma inédita parceria institucional entre INSS, Dataprev, Secretaria de Governo Digital e Secretaria Especial de Modernização do Estado da Presidência, em que juntos, a partir de uma sinergia que beneficiará especialmente o cidadão brasileiro, promoverão a transformação digital do INSS e de todo governo federal", afirmou o presidente do INSS, Renato Vieira.
 
 
 
 
Veja como criar senha e login na internet
Para criar login e senha no site www.meu.inss.gov.br é preciso ter em mãos carteiras de trabalho, contracheques, além de documentos pessoais, como identidade e CPF. Dica: Ao final de cada passo marque a opção "não sou um robô" para passar à tela seguinte. Ao acessar o portal, logo na primeira página, escolha a opção "login" no topo ao lado direito da tela.
Em seguida abrirá uma janela do cidadão.br, página de cadastro do governo federal. Nela, clique no botão "primeiro acesso". Na página seguinte, assinale "cadastre-se" que fica do lado direito da tela.
A próxima página vai pedir CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e naturalidade para fazer o login. Após preencher todas as informações, clique em "próximo".
Neste acesso, são feitas cinco perguntas sobre o histórico previdenciário. Após esse passo, é gerado um Código de Acesso, que será trocado por uma senha pelo próprio trabalhador. Ao final desse passo, clicar em "próximo". O site pedirá permissão para que os dados sejam usados no Meu INSS. Escolha "autorizo" para prosseguir. Feito, agora todos os serviços podem ser acessados pelo computador.

Comentários