Cuidados antes de contratar plano de saúde

Veja o que fazer para não ser pego de surpresa ao fechar contrato. ANS suspende a venda de 51 convênios médicos

Por MARTHA IMENES

Agência reguladora tem no site relação de operadoras suspensas
Agência reguladora tem no site relação de operadoras suspensas -
Rio - A Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a venda de 51 planos de 11 operadoras de saúde em todo o país em função de reclamações de consumidores por falta de atendimento de serviços. No total, os planos suspensos a partir do dia 14 atendem 600 mil beneficiários, que ficarão protegidos e têm mantida a garantia da assistência regular. Para evitar ser pego de surpresa, quais os cuidados que clientes devem ter na hora de contratar um convênio médico? O DIA listou algumas observações.
Entre as principais dicas da própria ANS estão: verificar se a operadora possui registro ou pendência na agência reguladora, se há reclamações contra o plano, escolher tipo de plano que atende às necessidades dos usuários, cobertura, acomodações e rede credenciada.
Entre as principais queixas recebidas e que devem ser consideradas antes de fechar o contrato são: descumprimento de prazos estabelecidos para atendimento médico, realização de exames e internações.
Para saber se o plano está suspenso, basta consultar o endereço www.ans.gov br/planos-de-saude-e-operadoras/contratacao-e-troca-de-plano/plan os-de-saude-com-comercializacao-suspensa/operadoras-com-planos-suspensos.
De acordo com a agência reguladora, os convênios só podem voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias.
CONFIRA AS DICAS
REGISTRO NA ANS
Antes de assinar o contrato, verifique se a empresa escolhida e o plano a ser contratado têm registro na agência reguladora ou se estão com alguma pendência no cadastro.
TIPOS DE PLANO
Pense para quem o plano de saúde será contratado. O convênio se enquadra na categoria individual quando for para um consumidor e sua família. Se o contrato é fechado por uma empresa, sindicato ou associação ao qual o consumidor é filiado, o plano é considerado coletivo. As regras são diferentes nos dois tipos de contratos.
NECESSIDADES
Avalie as necessidades de quem usará os serviços: quantas pessoas são, quais as condições de saúde e idade, tipos de atendimentos podem precisar e quanto é possível pagar ao plano por mês.
SEGMENTAÇÃO
Escolha a segmentação de plano mais adequada às necessidades identificadas. Ele pode ser: ambulatorial (para consultas, inclusive pré-natal, exames e cirurgias sem internação); hospitalar (internação); odontológico; ambulatorial mais hospitalar, com ou sem serviços de odontologia e obstetrícia (pré-natal, parto e pós-parto) ou plano referência.
ACOMODAÇÃO
Se escolher por um plano hospitalar, analise se deseja acomodação individual (quarto, pagando um pouco mais e tendo mais privacidade e um horário para visitas mais flexível) ou coletiva (enfermaria, economizando um pouco e ficando no mesmo ambiente que outros pacientes).
REDE CREDENCIADA
O usuário deve se informe sobre a rede credenciada do plano de saúde, para saber com antecedência quais hospitais, clínicas, laboratórios e profissionais de saúde atenderão quando for necessário.

Comentários