Luís Justo, CEO do Rock in Rio - Martha Imenes
Luís Justo, CEO do Rock in RioMartha Imenes
Por MARTHA IMENES
Os números são grandiosos: 385 mil metros quadrados, 23 empresas, 700 marcas, R$ 30 milhões em negócios a preço de varejo com marcas licenciadas e mais de R$ 3 bilhões se forem levadas em conta as marcas parceiras e os produtos além dos licenciados com a chancela Rock in Rio. Não à toa o festival é considerado um dos maiores espetáculos da Terra. Os dados foram apresentados ontem pelo CEO do RiR 2019, Luís Justo.
"O público vai perceber que o Rock in Rio cresceu ainda mais este ano", disse Justo, que avalia que das 700 mil pessoas esperadas no festival, que vai de 27 de setembro a 6 de outubro, 60% virão de fora do Rio, o que reforça a aposta nos negócios fora do ambiente regional.
Os produtos estão divididos em oito categorias: beleza e higiene pessoal, alimentos e bebidas, moda, eletrônicos, acessórios, casa e decoração e esportivos, com preços que variam de R$ 2,50 até R$ 5,5 mil. Este ano a novidade são acessórios pet, que poderão ser encontrados nos pontos de venda físico e online de cada marca a partir da segunda quinzena deste mês.
A Leader está em seu quinto ano de parceria com o Rock in Rio, sempre com uma coleção exclusiva com peças inspiradas na temática do evento combinadas com a cultura pop/rock mundial. Durante o festival, a rede terá uma loja exclusiva na Cidade do Rock, com cerca de 130 metros quadrados, localizada em frente ao Palco Mundo. A novidade esse ano é que o espaço irá ganhar um visual novo a cada dia, tendo como inspiração as atrações do evento.
"Nesse ano, levamos a coleção para fora do Rio. Nossos clientes das lojas de Campinas (SP), Recife (PE), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Juiz de Fora (MG) e Vitória (ES) também poderão conferir as peças exclusivas e já vir preparados para o evento", destaca o diretor de Marketing da Leader, Alberto Pirro.
Outra marca que vai apostar forte no RiR é a Natura, que além de lançar uma uma linha de maquiagem e perfume para o festival terá uma loja na Cidade do Rock. "Todos os produtos poderão ser encontrados nos canais online da Natura a partir do dia 17", conta a demonstradora Cattarina Braga, de 28 anos.
Cidade do Rock
Publicidade
O evento terá uma área de 385 mil m², ou 60 mil m² a mais em relação à edição de 2017, com funcionamento entre às 14h e 4h da manhã. O número de banheiros (que não são químicos) também cresceu para quase mil.
Os visitantes terão ainda à disposição um balcão de 500 metros para compra de bebidas, comidas e produtos licenciados do Rock in Rio. De acordo com a organização, serão mais de 350 atrações.
Além do já anunciado Espaço Favela, com shows diários de artistas de comunidades, a área de música eletrônica foi renovada e passa a se chamar New Dance Order.