Marcas brasileiras são destaques em evento de varejo internacional em Miami

Em entrevista exclusiva para o jornal O Dia, a diretora da feira DestinationMiami, Hillary Joseph, conta que o objetivo do evento é oferecer um produto diferenciado e exclusivo vindo de designers de diferentes partes do mundo

Por VIVIANE FAVER

Hillary Joseph
Hillary Joseph -
Nova York - A primeira edição da feira em Miami, Estados Unidos, focada em marcas internacionais, a DestinationMiami, começa neste sábado e vai até segunda-feira da semana que vem. O evento terá a participação de sete marcas de varejo brasileiras e tem previsão de receber um público de 1,5 mil varejistas de lojas de departamento americanas, lojas especializadas internacionais, lojas regionais da Flórida, da América do Sul e Caribe.

Em entrevista exclusiva para o jornal O Dia, a diretora da feira de varejo, Hillary Joseph, conta que o objetivo do evento é oferecer um produto diferenciado e exclusivo vindo de designers de diferentes partes do mundo. Ela acrescenta que o Brasil é um dos lideres de varejo na moda praia. “Tive a sorte de criar conexões com a indústria e marcas locais de São Paulo e Rio de Janeiro. Pessoalmente, sempre compro muito quando estou no Brasil e procuro coisas que vão de sapatos a jóias e roupas que não encontro em nenhum outro lugar”.

Hillary declara ainda que, em sua opinião, há muito tempo, as lojas e os consumidores americanos temiam todas as marcas latino-americanas. Porém, nos últimos anos os estilistas da América do Sul se tornaram cada vez mais populares. “Descobrimos que à indústria brasileira vai além da moda praia. Há verdadeiros líderes vindos vindos de lá que estão mudando a maneira como percebemos os designers latinos”, afirma.

Entre as sete empresas brasileiras participantes está a Haight, criada há 5 anos, presente no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. De acordo com a diretora comercial, Maria Antonia Lunau, desde o nascimento da marca o crescimento tem sido bem agressivo e o intuito é dobrar o tamanho da empresa, ano após ano.

“Acreditamos que a participação nesta feira em Miami é ideal para nosso crescimento. No entanto, já participamos de outras feiras em Miami como a Cabana Miami, em Nova York, e showroom da Blanc Fashion, em Paris”, conta.

Maria Antonia acrescenta, lembrando que é verão na America do Norte, que essa é uma das semanas mais importantes para o mercado de moda praia mundial. “Todos os olhos estão voltados para Miami e como o nosso objetivo é nos tornarmos uma marca global, acreditamos que estando lá neste período, a Haight estará dentre as marcas, compradores e editores mais importantes do mundo.”

Sobre as expectativas para o futuro, o objetivo é abrir novos pontos de vendas nos EUA e no mundo. E, este ano em especifico, aumentar a participação no mercado europeu.

Outra grande presença na feira é marca da mineira, Hana Khalil Beachwear, criada há três anos atrás, já atua em todo Brasil e outros países investindo em entregas através do seu website. Segundo a diretora da marca, Cecilia Saint-Viteux, do ano passado para esse ano o crescimento foi de 80%.

“Miami não é a primeira feira, já participamos da Exposed em Paris, nos associamos a Associação Brasileira de Estilistas (Abest), além nos organizamos internamente com estoque, idioma e ajuste preço”, explica.

Ainda segundo Cecilia, é muito importante participar de feiras quando se quer expandir a marca para o exterior, porque lá é onde os principais compradores mundiais estão. A marca ainda não tem loja própria nos Estados Unidos, porém, esta investindo em multimarcas que distribuem suas peças, e investem no site disponibilizando entregas no mundo todo.

“Pretendemos crescer mais que ano passado. Nossa expectativas são sempre otimistas, mas também é necessário observar e acompanhar o mercado para não dar braçadas tão grandes sem alcançar resultados.”

Comentários

Últimas de Economia