Índices acionários da China fecham em alta nesta segunda-feira

País mostra queda no número de casos de covid-19

Por Agência Brasil

Epicentro mundial da covid-19, China começa a apresentar melhora no mercado de ações
Epicentro mundial da covid-19, China começa a apresentar melhora no mercado de ações -
China - Os índices acionários da China fecharam em alta nesta segunda-feira (26), após o país informar queda nos novos casos de coronavírus em meio a esperanças de mais estímulo para conter as consequências econômicas da pandemia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,68%, enquanto o de Xangai teve alta de 0,25%, com os investidores também aguardando a remarcação da reunião anual do parlamento. O subíndice do setor financeiro ganhou 1,12%, o de consumo subiu 1,1%, o imobiliário avançou 1,03% e o de saúde teve alta de 1,97%.

O principal órgão do Parlamento chinês iniciou sua reunião bimestral de quatro dias em Pequim, no último domingo. O China Daily noticiou que o Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo deve decidir a data da reunião anual do Parlamento este ano na próxima quarta-feira.

A China informou três novos casos confirmados de coronavírus em 26 de abril, contra 11 um dia antes, sem nenhuma nova morte, informou nesta segunda-feira a autoridade de saúde do país.

Índices
. Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 2,71%, a 19.783 pontos.

. Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 1,88%, a 24.280 pontos.

. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,25%, a 2.815 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,68%, a 3.822 pontos.

. Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 1,79%, a 1.922 pontos.

. Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 2,13%, a 10.567 pontos.

. Em Cingapura, o índice Straits TimesI valorizou-se 1,24%, a 2.549 pontos.

. Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 1,50%, a 5.321 pontos.

Comentários