INSS inaugura mais uma central 135

O serviço de teleatendimento começa a funcionar nesta sexta-feira com 911 operadores

Por MARTHA IMENES

A central 135, da Previdência Social, tem agora mais um polo de atendimento
A central 135, da Previdência Social, tem agora mais um polo de atendimento -
Os segurados e a população em geral agora terão mais chances de entrar em contato com o INSS. Nesta sexta-feira entrou em operação mais uma Central de Atendimento do canal 135, em Recife (PE) que atenderá o país inteiro. De acordo com o instituto, a nova estrutura terá o acréscimo de 911 operadores, aumentando a capacidade de atendimento em cerca de 25%, contribuindo para a requisição de benefícios previdenciários e de informações. A ligação do telefone fixo para o 135 é de graça e via celular custa o valor de uma ligação local. O horário de atendimento é de segunda a sábado, de 7h às 22h.

A medida foi elogiada por advogados previdenciaristas, mas com algumas ressalvas. Para o advogado Marcelo Dias, a ampliação do atendimento é bem vinda. "Os segurados que não têm internet utilizam a central 135 para tirar dúvidas, mas muitas vezes ficavam sem resposta porque a central sempre estava congestionada. A expectativa agora é que melhore", afirmou.

"Essa nova Central de Atendimento em Recife, que vai aumentar a capacidade de absorção de demandas dos beneficiários, vem em muito boa hora, levando-se em conta o momento crítico em que a sociedade brasileira, sobretudo os mais vulneráveis, vivem", avalia o advogado Rodrigo Tavares Veiga. E faz um alerta: "Não adianta os pedidos serem recebidos mas não serem processados por técnicos do INSS qualificados para tanto. Portanto, é pouco. Não resolve".

"É importe destacar que isso é muito pouco ante a gigantesca demanda existente e o sucateamento da autarquia, sendo necessário investimento maciço do governo federal, realização urgente de concurso público para contratação de novos servidores", finaliza Veiga.

Cuidado
Em cumprimento às determinações do governo de Pernambuco em relação à pandemia do novo coronavírus, a central em Recife foi projetada com todo cuidado para que possa funcionar com capacidade total, sendo capaz de diminuir o tempo de espera das pessoas no teleatendimento e proporcionar uma resposta mais rápida às solicitações.

Durante duas semanas, servidores do órgão e empregados do Grupo Provider, empresa vencedora da licitação,  treinaram os atendentes e as equipes de apoio para que o serviço esteja totalmente operacional a partir desta sexta.

Com a suspensão dos atendimentos presenciais nas agências, os canais remotos do INSS têm tido um aumento considerável na demanda. As três centrais do serviço instaladas em Caruaru (PE), Salvador (BA) e Palmas (TO) também tiveram redução da força de trabalho, operando abaixo do previsto, em decorrência das medidas restritivas do combate à covid-19. Enquanto isso, os servidores estão focados nos despachos de processos e conclusões de requerimentos pendentes, diminuindo a espera da população por resposta.

Comentários