A Receita Federal não envia mensagens para comunicar divergências nos dados cadastrais dos contribuintes - Marcelo Camargo / Agência Brasil
A Receita Federal não envia mensagens para comunicar divergências nos dados cadastrais dos contribuintesMarcelo Camargo / Agência Brasil
Por O Dia
Rio - Após contribuintes relatarem que receberam um e-mail utilizando, de forma ilegal, o nome da Receita Federal, nos últimos dias, o órgão alertou que não envia mensagens para comunicar divergências nos dados cadastrais dos cidadãos. Segundo a instituição, a mensagem maliciosa alega que, com base em análise da entrega da Declaração do Imposto de Renda do contribuinte, foram encontrados problemas relacionados ao seu CPF.
A mensagem falsa afirma ainda que os problemas devem ser regularizados com urgência, sob pena de suspensão do CPF e aplicação de multa. Quem recebeu tal e-mail não deve responder, nem clicar nos links que constam na mensagem, orientou o fisco. "Trata-se de uma tentativa de golpe utilizando o nome da instituição", disse em nota.

Em comunicado, o órgão fiscal ressaltou ainda que não autoriza nenhuma outra instituição a enviar e-mails em seu nome. A receita recomendou que mensagens dessa natureza devem ser apagadas, pois podem conter vírus ou qualquer outro software malicioso, podendo causar danos ao computador do internauta. Além disso, a exposição de dados pessoais do cidadão pode facilitar o cometimento dos mais diversos tipos de fraudes.

No intuito de verificar a situação cadastral no CPF, a instituição informou que o cidadão poderá acessar por meio do site.