Maior parte do auxílio tem sido utilizado em despesas de primeira necessidade
Maior parte do auxílio tem sido utilizado em despesas de primeira necessidadeMarcello Casal Jr/Agência Brasil
Por iG
77% dos clientes da fintech Neon que receberam o Auxílio Emergencial usaram o benefício para bancar despesas de primeira necessidade, como a alimentação.
Tadeu Rocha, Head de Negócios da Neon, explica que “os números revelam que o cliente que trouxe o auxílio do governo realmente tende a gastar mais com necessidades básicas . O que reforça a importância do benefício como renda principal para milhões de brasileiros”.
Publicidade
Após o recebimento do auxílio, os clientes usaram o valor recebido de diversas formas: 87% utilizaram o cartão (débito/crédito), 63% pagaram contas por boleto, 45% recarregaram o celular e 37% utilizaram o PIX.

Entre maio e dezembro, o número de clientes transferindo o dinheiro do auxílio emergencial para conta digital da Neon cresceu 158%.